segunda-feira, 10 de março de 2014

"O CRISTÃO É MISERICORDIOSO"

 
 
"Bem-aventurados os misericordiosos, pois obterão misericórdia" - Mt. 5:7
 
A Bíblia ensina que Deus é misericordioso, e Sua maior demonstração de misericórdia foi ter-Se tornado homem em Cristo, sofrido e morrido na cruz para a salvação de toda a humanidade.
Se somos cristãos, de acordo com a Bíblia, devemos ser imitadores de Deus e de Jesus Cristo (Ef. 5:1, I Ts. 1:7). Portanto, temos de ser misericordiosos, assim como Deus é misericordioso.
Esta atitude deve ser revertida em ações para com as pessoas. Devemos amar as pessoas como Deus as ama, e ajuda-las independentemente se elas são ou não favoráveis a Ele. Veja o que a Bíblia diz:
 
"Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem, para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus. Porque Ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos" (Mt. 5:44,45).
 
Infelizmente, temos a tendência de conviver e ajudar apenas as pessoas que pensam e vivem como nós. Porém, aquele que tem misericórdia ajuda o seu próximo incondicionalmente.
A misericórdia é fruto do perdão e cuidado de Deus. Nenhum de nós merece perdão. Ao contrário, sabemos que merecemos condenação por causa do nosso pecado. Mas a Bíblia diz que Deus, que é rico em misericórdia, nos perdoou e nos abençoa a cada dia (Ef. 2:1-10). Quando eu olho para o meu coração, para a tendência do meu coração para o mal, coloco-me no mesmo nível das pessoas, e porque Deus foi misericordioso comigo, eu tenho o dever moral de ter misericórdia com as pessoas ao meu redor. Deus me perdoou, portanto, tenho que perdoar às pessoas e ajuda-las em seu crescimento espiritual.
É muito fácil julgar e colocar-se em uma posição de superioridade em relação a outras pessoas, achando que somos melhores do que elas. Mas quando olhamos para a maldade do nosso coração, aprenderemos a perdoar e ajudar as pessoas a encontrarem o perdão de Deus em Cristo.
Antes de apontar um dedo condenador, devemos olhar para o nosso interior e reconhecer que nós também temos maldade em nosso coração. Mais adiante, veremos que devemos primeiro tirar a trave do nosso olho, para depois ajudar o irmão a tirar o cisco do olho dele. 
 
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário... Deus te abençoe! Compartilhe este blog e dê sugestões de publicações. Abraço!

Marcelo Donisete