sábado, 21 de dezembro de 2013

O QUE JESUS ESPERA DE MIM ?




          Você já observou que damos pouca atenção ao que Jesus espera de nós? O que esperamos de Jesus é o que a princípio mais nos importa:
- Provisão financeira e profissional, saúde física, enfim, tudo relacionado às nossas necessidades ou interesses pessoais. São poucas as pessoas que perguntam a Jesus: - O QUE O SENHOR ESPERA DE MIM?
          O medo de ouvir como resposta determinadas atitudes que Ele espera, e que eu não estaria disposto a fazer, pode me tirar a coragem de fazer-lhe esta pergunta. Vamos conhecer agora algumas coisas que Jesus espera de mim:

1.     QUE O RECEBA (João 1:12) – Do lado de fora de meu coração Ele não pode fazer muito por mim. As mudanças que ocorrem na vida do homem, são de dentro para fora. Só morando no coração é que Jesus pode influenciar alguém, dando-lhe uma nova postura de vida. O comportamento dessa pessoa torna-se semelhante ao de Jesus. Perdoa e ama os inimigos, sendo ofendido não ofende, sendo injustiçado ele paga o mal com o bem. É claro que coisas semelhantes a essas não ocorre da noite para o dia, isto se dá a medida em que você vai negando a si mesmo e dando lugar ao modelo de vida de Jesus.
2.     TÊ-LO COMO ÚNICO SENHOR DA VIDA (Mt. 6:24) – Jesus nos desafia a viver toda a nossa vida, dependendo única e exclusivamente Dele. Nesse mundo de tantas misturas religiosas, Jesus não aceita dividir o nosso coração com outra crença. Vamos amar um e aborrecer a outro. Se tivermos outra opção de fé religiosa, esta atitude revela que não confio em Jesus como parece.
3.     UMA ENTREGA TOTAL (Mc. 16:15-16) – Jesus espera que você tome uma decisão de entrega total a Ele. O casal que verdadeiramente se ama, dá provas desse amor indo até o cartório de registro civil, e ao altar da Igreja, confessando publicamente seu amor um pelo outro, declarando que a partir de então serão marido e mulher. Não importa quantos relacionamentos amorosos já tiveram no passado, o que importa agora é que ele será marido de uma só mulher e vice-versa. Houve uma entrega, um confia no outro! É isso que Jesus espera de você, uma entrega total a Ele. Não importa quantas religiões você praticou ou o tipo de vida que teve. Quando cremos em Jesus, confessamos nossa fé publicamente, admitindo pelo batismo que eu creio Nele; que aceito o seu modelo de vida, que é o melhor para mim. O que poderia levar você a não tomar tal decisão? Só uma desconfiança de que Ele não pode fazer o que prometeu fazer por você. Ele espera que você entregue totalmente a vida a Ele.

Se esperamos de Jesus apenas que supra nossas necessidades físicas, emocionais, econômicas e espirituais, devemos também estar cientes de que Ele espera de nós uma ENTREGA TOTAL de nossa vida à Ele.   

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

O GRANDE BANQUETE



          Certo homem estava preparando um grande banquete e convidou muitas pessoas. Na hora de começar, enviou seu servo para dizer aos que haviam sido convidados: - Venham, pois tudo já está pronto.
          Mas eles começaram, um por um, a apresentar desculpas. O primeiro disse: Acabei de comprar uma propriedade e preciso ir vê-la. Por favor desculpe-me.  Outro disse: Acabei de comprar cinco juntas de bois e estou indo experimentá-la. Por favor, desculpe-me. Ainda outro disse: Acabo de me casar, por isso não posso ir.
          O servo voltou e relatou isso ao seu senhor. Então o dono da casa irou-se e ordenou ao seu servo: Vá rapidamente para as ruas e becos da cidade e traga os pobres, os aleijados, os cegos e os mancos. Disse o servo: O que o senhor ordenou foi feito, e ainda há lugar.
          Então o senhor disse ao servo: Vá pelos caminhos e valados e obrigue-os a entrar, para que a minha casa fique cheia. Eu lhes digo: Nenhum daqueles que foram convidados provará do meu banquete.
(Lucas 14: 16-24)
          Quantas vezes se perde tanto tempo com pessoas que aparentemente parecem não precisar de Deus. Ou que suas tarefas, seus negócios, suas conquistas e até mesmo, a própria família lhe impedem de servir a Deus, de participar do Seu banquete espiritual.
          Enquanto isso, muitos precisam de uma Palavra, de um incentivo, e de até um empurrãozinho (obrigue-os a entrar) para terem suas vidas transformadas por Deus e passarem a servi-Lo.
          Destas sim, poderá haver alguma gratidão, pois, necessitam de um milagre para conseguirem ser alguém, ou, de terem algum sentido em suas vidas de profunda pobreza espiritual. Deus quer preencher o vazio delas e ser fundamental na mudança de atitude.

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

"DESÂNIMO"


 O desanimo tem sido o maior causador do afastamento do cristão nas igrejas. O desanimo vem através de uma longa espera, seja de uma benção, um milagre ou um sonho que se demora em realizá-lo. Passa anos após anos e nada! E mesmo sabendo que não é no nosso tempo e sim no de Deus, assim mesmo ficamos contrariados. Vem a angustia, a tristeza e até mesmo a decepção. Sentimos até medo de não receber o que esperamos, pois, a dúvida vem ao nosso coração e por algum tempo deixamos de acreditar.
          No caso de Elias em I Rs. 19: 3-4, o desanimo se apresentou em forma de medo, ele não esperava e ficou surpreso quando recebeu uma mensagem da parte de Jezabel, que dizia: - Como ele matou os profetas de Baal a espada, assim também seria morto. Com medo ele fugiu! Como pode? Um homem que Deus havia acabado de usar mostrando Sua grandeza, fazendo através de sua vida dois grandes prodígios!
          Em I Rs. 18:39 mostrou que só o Senhor é Deus, e em I Rs. 18:45-46 também através de Elias, Deus fez chover. Deus havia mostrado para Elias do que é capaz de fazer. Mas o que aconteceu com Elias é o mesmo que acontece nos dias de hoje, no desespero tomamos nossas próprias decisões, não deixamos Deus assumir o controle. E foi o que Elias fez, não deixou Deus tomar a frente da situação, e confiou em si mesmo e viu que jamais venceria. Resolveu fugir e chegou ao ponto de pedir pro Senhor a morte. Deus com Sua infinita misericórdia, conhecedor do coração e reconhecendo que o ser humano é pó, foi ao encontro de Elias, e ele estava tão desanimado que Deus teve que insistir para ele se levantar (I Rs. 19:5-7).
          Quantas vezes nós nos sentimos assim, abatido e desanimado. Parece que nada faz sentido e que não vale a pena lutar, devido aos problemas que são tantos. Muitas vezes fazemos como Elias que pediu a morte. Jó, também, um grande servo do Senhor, teve momentos de grande angústia e dor. O desespero foi tanto que ele quis morrer (Jó 7:15-16). Jó nem em sonho acreditava que seu nome estava sendo comentado no reino espiritual, ele estava sendo o centro das atenções, pois estava sendo observado por Deus e satanás. Mas Deus não o desamparou! Assim como satanás queria que Jó blasfemasse contra o Senhor (como disse sua mulher – Jó 2:9), também queria colocar no coração de Elias o desanimo e a vontade de morrer, porque Elias havia acabado de matar seus servos (de Baal e derrubado seus altares).
         
          Se Elias morresse ali, os planos de Deus não poderia ter sido realizados na vida deste profeta e nem na de Jó. Quantos morreram e estão morrendo, por dar ouvidos a satanás e não a Deus, e os planos de Deus não podem ser realizados neles. Se nós não vigiarmos e deixarmos o desanimo criar raiz, corremos um sério risco de se esfriar espiritualmente e se afastar de Deus. Como quase aconteceu com Elias, por pouco ele perdeu sua benção.
          O desanimo não é algo tão simples assim, como muitos pensam, ele tem que ser expulso no Nome do Senhor Jesus, pois é um demônio que está por trás. Não vamos ajudar satanás destruir o que Deus sonhou para nós, mas vamos nos sujeitarmos a Deus e ajudar Deus a realizar em nós esse sonho. Quando estamos passando por provas, ficamos mais sensíveis à voz de Deus, a prova é para mudar as nossas atitudes ruins e moldar o nosso caráter, nos transformando em verdadeiros servos de Deus. Ela é para aproximar-nos do nosso Deus, pois só é provado quem é filho. A prova não é para distanciarmos de Deus, como muitos fazem, achando que Deus é o culpado. Tirando a culpa de satanás e transferindo toda culpa para Deus. Porque muitas vezes é isso que acontece! Muitos dizem: - Não acredito que Deus deixou isso acontecer comigo.
          Mas em meio às lutas e desânimos descobrimos quem somos e quem é Deus. Ele nunca permitirá uma prova, sem ter o porquê e para que... depois que Jó foi aprovado, olha que benção ele recebeu (Jó 42:12). E Elias (II Rs. 2:11), um ser humano comum como eu e você, subiu vivo para o céu! Quanta honra! Por isso que satanás queria que eles desistissem e morressem, só assim ele eliminaria e frustraria o sonho de Deus.
          Assim como eles não sabiam o que o futuro lhes reservava, nós também não sabemos o que Deus tem nos preparado. Ele diz na Sua Palavra que tem pensamentos bons ao nosso respeito. Vamos fazer como Elias fez, se colocou em pé e deu ouvido a voz do Senhor; fazendo o que Ele mandou, se sujeitando a Deus.
          Vale a pena, mesmo em meio as lutas e tristeza, e até mesmo com lágrimas seguirmos o Senhor. Porque sabemos que Ele tem o melhor para nós e só quer o melhor para nós (Js. 1:9).
          Desistir pra que? 


Mensagem de
Sonia Basto
Líder de Célula das crianças.
Formada no Curso de Liderança da Igreja Aliança Cristã Universal


quarta-feira, 23 de outubro de 2013

"TENTAÇÃO SEXUAL"


  A área sexual é uma das mais atacadas e onde satanás mais investe na vida de homens e mulheres, sendo eles(as) cristãos(ãs) ou não, jovens, adultos e idosos.
          O mundo de hoje mostra a sexualidade como algo liberal e maravilhoso, levando solteiros e casados à prostituição e imoralidade sexual, que diante da Palavra do Senhor é abominável (Tg. 4:4). Quando pecamos em outras áreas, pecamos fora do corpo, mais a prostituição é um pecado contra o próprio corpo (I Co. 6:18), e esse corpo na verdade não é nosso, pois quem habita, ou, deveria habitar é o Espírito Santo.
          Sendo cada um de nós templo Dele, a Bíblia nos diz que Ele tem ciúmes de nós (Tg. 4:5).
          Como a tentação é classificada em dois momentos da vida do homem/mulher:
·        Na vida dos solteiros, de acordo com a Palavra de Deus o sexo, prostituição antes do casamento, é considerado fornicação e Deus condena tal ato ( Ap. 21:8).
·        Na vida dos casados, de acordo com a Palavra de Deus o sexo com outra mulher ou homem que não seja esposa ou marido, é considerado adultério e os adúlteros não herdarão o Reino de Deus (I Co. 6:10).
          Deus nos ensina a como lidar com a tentação sexual, Ele nos diz para fugirmos dela (II Co. 2:22). Que possamos dar ouvidos a voz do nosso Deus vigiando e orando pra que possamos estar firmes nos dias maus (Mt. 26:41).
 
 DANIELLE BASTO
líder da célula de jovens,
formada no Curso de Liderança 
do Ministério de Células da
Igreja Aliança Cristã Universal



"IMPRÓPRIO"


Êxodo 3:11
“Então, Moisés disse a Deus: Quem sou eu, que vá a Faraó e tire do Egito os filhos de Israel.”
          Nesse versículo já podemos ver a primeira desculpa de Moisés, que se achava impróprio como nós muitas vezes com medo de fazer algo, por achar que não somos bons o suficiente.
Êxodo 4:2-4
“Perguntou-lhe o Senhor: Que é isso na tua mão? E ele respondeu: Uma vara. Então lhe disse: Lança-a na terra. Ele a lançou na terra, e ela se tornou em cobra. E Moisés fugia dela.”
          Aqui eu posso sentir que Moisés estava com muito medo, mesmo o Senhor mostrando todo Seu poder. Quando o Senhor disse para ele pegar na calda da cobra para ela se tornar vara novamente, mesmo com medo ele pegou e confiou.
         Moisés fez muitos sinais no Egito e no deserto, o Senhor estava com ele. Deus escolheu Moisés para essa missão. Como Moisés, muitos tem medo de fazer algo ou tomar decisões, e se foi Deus que nos escolheu, Ele não vai enviar outro só porque achamos que não somos capazes, mesmo com as nossa dificuldades ou personalidade.
          Deus vai e quer nos usar. Temos que aceitar e parar de dar desculpas.
          Que Deus seja louvado sempre.
 
ADRIANA ALMEIDA
líder de célula,
formada no Curso de Liderança
do Ministério de Células da
Igreja Aliança Cristã Universal

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

"CONSOLIDAÇÃO"

  
  
Você cristão, foi chamado para um propósito específico, ganhar homens e mulheres para Cristo. Sua missão não termina com a oração de confissão feita pelo não-crente. Ele só acabou de nascer de novo e, como mais novo integrante da família de Deus, desejamos que ele viva uma vida vitoriosa e não que passados alguns dias, volte para o mundo por não ter suportado sozinho as pressões familiares, econômicas, espirituais, físicas e morais.

          Quantas pessoas que foram ganhas para Cristo, hoje não estão vivendo para Ele. Foram levadas até Ele, porém, sozinhas, sem ninguém para ensinar-lhes os primeiros passos e firmá-los no difícil início da jornada cristã, não conseguiram por si mesmos progredir com Jesus. Se grande parte da igreja tem falhado em servir a Deus com sua vida e testemunho, reter os frutos tem sido ainda pior. Não podemos esquecer-nos de acompanhar as pessoas que Deus tem alcançado através de nós.
          Um não-crente pode receber Jesus em até 30 minutos de evangelização, porém, será necessário um bom tempo para conduzi-lo a vitória sobre as tentações, os problemas diários da vida e a maturidade espiritual. Precisará aprender como tomar suas decisões agora segundo a ótica de Deus. Um consolidador (discipulador) o ajudará a prosseguir vitorioso na vida cristã, acompanhando-o no estudo da Palavra, na oração e aconselhamento cristão.

DEIXEI-O COM O SENHOR – Imagine que encontramos um conhecido nosso e ele tem uma família e lhe perguntamos: “- Quem está cuidando dos seus queridos filhos?” Ele então responde: “- Ah! Deixei-os com o Senhor!” O que diríamos a esse conhecido? Concordaríamos com sua posição? Não! Imediatamente lhe diríamos: “- Tenho um versículo para você: ‘Se alguém não tem cuidado dos seus e principalmente dos da sua família, negou a fé e é pior do que o infiel (I Tm. 5:8)’.”
          A tarefa de firmar o novo crente na fé em Jesus, é responsabilidade de um cristão mais maduro em Deus. Mas, o que a igreja moderna tem feito é deixá-los com o Senhor (Tg, 1:22; I Pe. 2:2; II Jo. 1:4) – (sem citar as cartas do apóstolo Paulo, que é uma constante consolidação).

CONSOLIDAR É RETER O FRUTO – Dawson Trotman, conta que certo dia, anos atrás, quando dirigia seu pequeno Ford, viu um jovem caminhando pela rua, parou e apanhou-o. Assim que subiu no carro ele praguejou e também disse: “- É muito difícil pegar carona.”
          O Dawson disse que não consegue ouvir alguém tomar o Nome do Senhor em vão sem que o seu coração doa. Em seguida, entregou-lhe um folheto dizendo: “- Meu rapaz, leia isto.” O jovem olhou para Dawson e disse: “- Será que não o conheço de algum lugar?” Dawson olhou para ele e pareceu-lhe alguém que deveria reconhecer. O rapaz lembrou-se de que haviam se encontrado no ano anterior, naquela mesma estrada. Ele estava a caminho do campo de golfe onde trabalhava, quando Dawson o apanhara. Ele tinha entrado no carro e usado em vão o Nome de Jesus como agora.
          Na época, Dawson abriu o Novo Testamento e mostrou-lhe o Caminho da Salvação, e ele aceitara a Jesus como seu Salvador. Ao partir, Dawson mostrou-lhe Filipenses 1:6 – “Tende por certo isto mesmo; que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao Dia de Jesus Cristo”. E seguiu seu caminho feliz por ter ganho uma vida para Jesus. Um ano depois, não havia mais qualquer evidência do Novo Nascimento nele, estava como se nunca tivesse ouvido alguém falar de Jesus para ele.
         Dawson tinha grande paixão por ganhar almas, mas depois que encontrou esse rapaz pela segunda vez, a caminho do campo de golfe, começou a voltar no passado e a descobrir como viviam alguns de seus convertidos. Ele concluiu dizendo: “- Posso dizer-lhes, fiquei profundamente angustiado com o estado de vida em que se encontravam. Não foram encontrados vivendo uma vida vitoriosa em Jesus.”
          Esta experiência fez Dawson refletir sobre o caso e transformou-o no patriarca da Consolidação em nossa época.


sexta-feira, 30 de agosto de 2013

"TEMPESTADES"


 A maior tempestade de que se tem notícia na história aconteceu em 27 de agosto de 1883, e foi causada pela explosão do vulcão Cracatoa, na ilha do mesmo nome, localizada nas Indias Orientais. A explosão, que superou muitas vezes as explosões nucleares nas cidades de Hiroxima e Nagasaki, foi ouvida a 7 mil quilômetros de distancia. As ondas gigantescas, provocadas pela explosão, atingiram as costas de 4 continentes, e foram registrados até 13 mil quilômetros além. Uma onda de ar, gerada pelo cataclismo, deu a volta ao mundo, não uma mas várias vezes. No ponto em que se erguera uma montanha de mil metros de altura – o vulcão Cracatoa – só restava uma cratera gigantesca, de 300 metros de profundidade e alguns quilômetros de largura. A onda subiu a uma altura de 30 metros, varreu dezenas de cidadezinhas, matando milhares de habitantes.
Toda tempestade faz com que quem está envolvido nela perca o total controle da situação.
Como é que podemos pregar um evangelho que afirma que na vida do crente não tem luta, não tem adversidade, não tem tempestade?
Muitas vezes Deus permite a tempestade na nossa vida para sabermos quem somos, e para reconhecermos quem é Jesus. Tem gente que tem a tendência de empinar o nariz quando Deus começa abençoá-lo. Quando estamos atravessando uma tribulação, uma tempestade, devemos antes de tudo nos lembrar quem somos, reconhecendo nossa verdadeira posição diante dos homens e diante de Deus.
Em João 11:25, Jesus declarou:
“Eu Sou a ressurreição e a vida; quem crê em Mim, ainda que esteja morto, viverá.”
Jesus tem poder para interromper qualquer tempestade na hora que Ele quer, do jeito que Ele quer, porque Ele tem controle sobre todos os fenômenos que produzem as tempestades. Não tenha medo... Jesus está no controle!



segunda-feira, 26 de agosto de 2013

"REMANESCENTES"

     “No tempo de hoje, sobrevive um REMANESCENTE segundo a eleição da graça” (Romanos ll:5).
      Na historia de Israel sempre se pôde discernir um remanescente, um Israel espiritual dentro do Israel nacional. No tempo de Elias sete mil não dobraram os joelhos diante de Baal (I Reis 19:18). No tempo de Isaías foram “alguns sobreviventes” por amor de quem Deus ainda se absteve de destruir a nação (Isaías 1:9). Durante os cativeiros, o remanescente aparece entre os judeus como Ester, Mardoqueu, Ezequiel, Daniel, Sadraque, Mesaque e Abede-Nego. No fim dos setenta anos de cativeiro na Babilônia, foi o remanescente que retornou com Esdras e Neemias.         No advento de nosso Senhor, Ana (profetiza) e todos os que esperavam a redenção de Jerusalém (Lucas 2:37-38) formavam o remanescente. Durante a dispensação da Igreja, o remanescente era composto por judeus crentes (Romanos 11:4).
    No século XXI, o REMANESCENTE são os cristãos que sobrevivem firmes em meio às tentações dos prazeres carnais; drogas, violência; interesses próprios, ganância; ódio, inveja; idolatria, feitiçaria; arrogância e humilhações.
    O remanescente não é um mero religioso, é um discípulo de Jesus e fazedor de discípulos através do testemunho da Palavra de Deus.
     Os apóstolos de Jesus foram quem, mesmo com ameaças de morte, não pararam de arrancar as almas do inferno e em sua época evangelizaram o mundo. O inferno inteiro não pode barrar um único cristão, não o religioso, mas o SEGUIDOR DE CRISTO, que se esforça a fazer as mesmas obras de seu Mestre.
     O apóstolo Paulo relembrou a oração feita por um povo no tempo do profeta Isaías (I Coríntios 2:9): 

“Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que O amam!”  

terça-feira, 20 de agosto de 2013

"OS QUATRO TEMPERAMENTOS HUMANOS"

 Todos nós, herdamos um temperamento dos nossos pais. Ele é a combinação de características congênitas que consciente ou inconsciente, afetam nosso procedimento. Estas características do temperamento, podem e devem ser controlados, mas também pode durar algum tempo ou até uma vida inteira. Tudo depende da intensidade de como lidamos com o nosso temperamento.
TIPOS DE TEMPERAMENTOS
1. SANGUÍNEO
É sempre cordial, eufórico e vigoroso. Receptivo por natureza, toma suas decisões pelos sentimentos e não através dos pensamentos ponderados.
Pela natureza apaixonada e envolvida que possui, contagia um ambiente repleto de pessoas pela sua presença. Por não gostar de solidão e Ter grande convívio social, o sangüíneo sempre tem amigos. E são alvo de inveja de pessoas de temperamentos mais tímidos.
São bons vendedores, funcionários de locais de atendimento ao público, professores,conferencistas, atores, operadores, pregadores e ocasionalmente bons chefes.
Partes positivas e negativas do sangüíneo
Partes positivas:
  • Comunicativo
  • Destacado
  • Entusiasta
  • Afável
  • Simpático
  • Companheiro
  • Compreensível
  • Crédulo Partes negativas:
  • volúvel
  • indisciplinado
  • impulsivo
  • barulhento
  • inseguro
  • egocêntrico
  • exagerado
  • medroso
Fraqueza e problemas causados pelo sangüíneo
fraquezas: tomar atitudes baseadas em seus sentimentos, ser impaciente, Ter vontade fraca e dificuldade para terminar o que começa. Problemas causados: É uma pessoa precipitada, se distrai com facilidade, desperdiça tempo e conversa, irrita-se facilmente, instabilidade financeira e profissional, não é persistente.
2. COLÉRICO
É ardente, vivaz, ativo, prático e voluntarioso. Por ser decidido e teimoso, torna-se auto suficiente e muito independente. Por ser ativo, estimula os que estão ao seu redor, não cede sobre pressões. Possui uma firmeza no que faz, o que o faz freqüentemente obter sucesso.
Não é dado as emoções, por ser pouco analista, não vê as armadilhas na sua trajetória.
Muitos líderes mundiais e grandes generais foram coléricos. São sempre bons gerentes,planejadores, produtores ou ditadores.
Partes positivas e negativas do colérico
Partes positivas:
  • energético
  • resoluto
  • independente
  • otimista
  • prático
  • eficiente
  • decidido
  • líder
  • audacioso Partes negativas:
  • intolerante
  • vaidoso
  • auto-suficiente
  • insensível
Fraquezas e problemas causados pelo colérico
Fraquezas: É impaciente, não tem compaixão, é inflexível, impetuoso, incontrolável.Problemas causados: Torna-se exigente com os seus, é uma pessoa de muitos argumentos,impiedoso nas decisões, ausência de bondade, cria padrões difíceis de serem alcançados,utiliza-se das situações.
3. MELANCÓLICO
É analítico, abnegado, bem dotado e perfeccionista. Isto o faz admirar as belas artes. É introvertido por natureza. Mas as vezes é levado por seu ânimo a ser extrovertido. Outras vezes enclausura-se como caramujo, chegando a ser hostil. É amigo fiel, mas não faz amigo facilmente, por ser desconfiado. Tem habilidade de analisar os perigos que o envolve. Força-se a sofrer e sempre escolhe uma vocação difícil, que envolva grande sacrifício pessoal.Muitos dos grandes gênios do mundo, artistas, músicos, inventores, filósofos, educadores e teóricos, eram melancólicos. Podemos ver estas características em personagens bíblicos de projeção como, Moisés, Elias, Salomão, o apóstolo João e muitos outros.
Partes positivas e negativas do melancólico
Partes positivas:
  • habilidoso
  • minucioso
  • sensível
  • perfeccionista
  • esteta
  • idealista
  • leal
  • dedicado Partes negativas:
  • egoísta
  • Amuado
  • Pessimista
  • teórico
  • confuso
  • anti social
  • crítico
  • vingativo
  • inflexível
fraquezas e problemas causados pelo melancólico
fraquezas: é uma pessoa crítica, voluntariosa em excesso.
Problemas causados: espera muito das pessoas, em troca do que faz. Intromete onde não deve, gasta tempo com o que não deve, atrapalhando seu serviço, tem aversão as pessoas que tem ponto de vista diferente, entra em atrito com as pessoas que se opõe ao seu caminhar.
4. FLEUMÁTICO
É calmo, frio e bem equilibrado, raramente explode em riso ou raiva, mantendo sempre suas emoções sobre controle. É o único tipo de temperamento coerente, mas tem muito mais emoção do que demonstra. Por gostar do convívio social, não lhe faltam amigos, mas sempre encontra algo de engraçado nos outros. É simpático e tem bom coração. Não se envolve nas atividades alheias, sendo muito capaz e eficiente. É conciliador e pacificador. São bons diplomatas, administradores, professores e técnicos.
Partes positivas e negativas do fleumático
Partes positivas:
  • Calmo
  • cumpridor
  • eficiente
  • conservador
  • prático
  • líder
  • diplomata
  • bem humorado Partes negativas:
  • calculista
  • Temeroso
  • indeciso
  • contemplativo
  • desconfiado
  • pretensioso
  • introvertido
  • desmotivado
fraquezas e problemas causados pelo fleumático
fraquezas: ser indiferente ao que o cerca, indolência, sabe como provocar os outros.
Problemas causados: magoa as pessoas através das suas piadas, não se esforça para realizar suas tarefas em ritmo satisfatório.
NOTA: antes de querermos enquadrar qualquer pessoa neste ou aquele temperamento,devemos inclinarmos para uma auto-avaliação. Estes temperamentos estão expostos diante de nós para ajudar, primeiro, nosso auto conhecimento, depois então usaremos para avaliação dos temperamentos alheios.
COMO OBTER VITÓRIA SOBRE NOSSO TEMPERAMENTO
Primeiro passo: estudar todos os temperamentos, e ver em qual deles nos encaixamos, ou seja, nunca poderemos vencer o efeito sem combater a causa. Precisamos diagnosticar o nosso temperamento, listando as partes negativas para anularmos as fraquezas e problemas causados. Se tiver uma pessoa de confiança poderá compartilhar para solicitar ajuda.
Segundo passo: orar e vigiar. Você deve orar não apenas apresentando sua fraquezas a Deus,mas após a confissão deverá apropriar-se das promessas de Deus com relação ao seu problema.
A vigilância é fator preponderante na batalha do equilíbrio do nosso temperamento. Na verdade oração sem vigilância é o mesmo que um prédio sem alicerces. Você poderá construir um “prédio de orações”, mas se não vigiar tudo acabará em nada.
Terceiro passo: ser cheio do espírito Santo. O imperativo bíblico é: “enchei-vos do Espírito Santo” Ef.5:18. Este enchimento contínuo resultará no “andar no Espírito”, e por fim a vitória sobre nosso temperamento.
Quarto passo: meditar na palavra de Deus. O caminho para o sucesso na vida do líder cristão,como foi para Josué, é: “não se aparte da tua boca, o livro desta lei, antes medita nele dia e noite... porque farás prosperar o teu caminho, e então prudentemente te conduzirás” Js. 1:08. Quando meditamos na palavra de Deus, somos conduzidos por ela, e não pelo nosso temperamento desajustado. Quinto passo: praticar a palavra. Após Ter absolvido a palavra através da meditação, procurar aplicar os versículos ou capítulos que leu, na prática. O maior desafio do líder cristão talvez seja em tornar mais do que mero ouvinte, sobre tudo praticante da palavra de Deus Tg. 1:2223.

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

"A EFICÁCIA DO AMOR"

Carta de um homem, em seus últimos dias de vida, ao seu filho no ventre de sua esposa, o qual nunca iria ver!:
    “Sua mãe é especial! Poucos homens sabem o que significa ser agradecido por levar sua esposa para jantar fora. Em nosso caso, isso significa que ela tem de barbear-me, vestir-me, escovar meus dentes, pentear meu cabelo, levar-me para fora da casa, descer-me pela escada, abrir o portão da garagem, colocar-me no carro, tirar os pedais da minha cadeira de rodas, levantar-me, colocar-me sentado no assento do automóvel, girar-me para eu me sentir confortável, dobrar a cadeira de rodas, colocá-la no carro, ir para o outro lado do veículo, ligá-lo, sair de ré da garagem, sair do carro, fechar o portão da garagem, voltar para o automóvel e dirigir até o restaurante. Então, começa tudo outra vez; ela sai do carro, desdobra e põe os pedais da cadeira de rodas, abre a porta, gira-me, levanta-me, coloca-me na cadeira de rodas, coloca os pedais da cadeira de rodas de um jeito que não me incomoda, tranca a porta do carro, entra comigo no restaurante, tira os pedais da cadeira de rodas (para eu não sentir desconforto), senta-se, põe a comida em minha boca enquanto come (para eu poder comer também), paga a conta, leva-me para fora do restaurante e repete todo o processo. Ao chegarmos à casa, ela me diz com todo o carinho: - ‘Querido, obrigado por levar-me para jantar fora hoje!’ Eu nunca sei o que dizer quando ela diz isso.

O amor é proativo, prático e pessoal;
É algo tangível, visível e audível.
O amor só pode ser eficaz, quando pode ser visto, ouvido e sentido.


segunda-feira, 22 de julho de 2013

"A MALÍCIA"

 Efésios 4:31
“Toda a amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmias e toda a malícia seja tirada de entre vós”.
          Nenhuma destas características nasceram com o ser humano, vieram de fora para dentro. Diferente de temas como: a inveja e o medo.
          Ninguém é amargurado se nenhuma circunstância o conduza a isso; ninguém se ira se não for motivado; ninguém discute ou xinga se não for provocado; a gritaria conhecida como “barraco” só acontece mediante provocações; a blasfêmia acontece quando não há temor a Deus. O malicioso aprende a ser assim tendo como base a maldade.
          Maliciosos e ingênuos não podem ocupar o mesmo espaço e muito menos viver em harmonia, porque este último sempre ficará em desvantagem. Há uma música que diz: “malandro é malandro e Mané é Mané”, os malandros (maliciosos) humilham e tiram proveito da situação.
          Não posso concordar que a malícia é motivada apenas pelo ódio, minha opinião é que nem sempre os maliciosos carregam esta ruim característica, mas, de qualquer forma, todos possuem uma má índole.
          É muito ruim conversar com uma determinada classe de maliciosos, suas palavras são sempre de duplo sentido, sua mente é poluída, ou seja, pervertida. Antes de dizer qualquer palavra a eles você tem que pensar muito no que vai falar, e, mesmo assim são criativos e arrumam um jeito de constranger e levar  vantagem sempre.
          Com relação ao sexo oposto, o malicioso, seja homem ou mulher, tem sempre um olhar de deboche, de sedução, com palavras de duplo sentido, intensionado a desviar a conduta de alguém. Suas piadas são carregadas de veneno... a princípio, parecem estar falando sério, querendo ajudar, mas em seguida se descobre que não passa de uma maneira para tirar vantagem. Também usam roupas que chamam atenção e, nem sempre porque querem algo como uma atitude de inveja ou ciúmes, mas fazem isso só para provar sua teoria em sua mente poluída, tendo a intenção de destruir casamentos e relacionamentos para provar que não há felicidade no matrimônio. Amigos e parentes quebram a cara nos negócios e projetos enganados pelos maliciosos, que duvidam existir vida honesta.
          Outra característica de mais uma classe de maliciosos é torcer as palavras. Uma interpretação errada e divulgada compromete a estabilidade emocional, profissional, familiar e espiritual de uma pessoa. Suas palavras maldosas podem convencer a muitos, e também podem ser extremamente simpáticos, sempre sorrindo, muito “dado” às pessoas, todos gostam de conversar com ele(a), mas também com intenções maliciosas. É o bam-bam-bam... sempre tem tudo sob controle, e está por dentro da situação, entende de tudo e tudo tem explicação em sua mente maldosa que atende seus interesses, como os egoístas, mas com uma pitada de maldade.
          Sendo assim, podemos considerar impossível que um(a) malicioso(a) consiga ser um(a) cristão(ã) verdadeiro(a), pois, sempre quer levar vantagem, e tudo faz para seu proveito próprio. Seus conceitos é que valem.
          A Palavra de Deus nos ensina a amar incondicionalmente, sem querer nada em troca. Claro que existe cura para malícia... como comentamos no início, ninguém nasce assim. Basta querer a mudança de vida que está em Jesus. Nosso Senhor é especialista em TRANSFORMAÇÃO DE VIDA, mesmo que seja radical como a água que virou vinho.
Destruindo os conselhos, e toda a altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo o entendimento à obediência de Cristo; 2 Coríntios 10:5


quarta-feira, 19 de junho de 2013

"SALMOS 50"

 v. 5 : “Congregai os meus santos, aqueles que fizeram comigo uma aliança com sacrifícios “.

          Ajuntem-se no mesmo lugar os que fazem aliança de sacrificar seus interesses próprios, seu trabalho, diversões, amigos e família por causa do Senhor. É maravilhoso ver pessoas se dedicando a Deus sem se importar em perder seus programas favoritos, ou, aquilo que gostam de fazer. Podemos oferecer a Deus tudo que possuímos, por causa do nosso desprendimento com o que é material. Mas... o que diz os VS. 8 a 13:
Não te repreenderei pelos teus sacrifícios ou holocaustos de contínuo perante Mim. Da tua casa não tirarei bezerro nem bodes dos teus currais. Porque Meu é todo animal da selva e as alimárias sobre milhares de montanhas. Conheço todas as aves dos montes, e minhas são todas as feras do campo. Se Eu tivesse fome, não to diria, pois Meu é o mundo e a sua plenitude. Comerei eu carne de touros? Ou beberei sangue de bodes?
          Em nossa aliança com Deus, tudo o que possuímos é de Deus. Este pensamento é muito bom e necessário! Mas, se analisarmos por este texto acima, como dá a Deus o que já é Dele? Tudo pertence à Ele!
          Infelizmente, quando perdemos algo, ou deixamos de receber o que queremos, culpamos ao Senhor por ter permitido. Mas será que o que perdemos, ou o que queremos foi Deus que deu ou dará? A nossa aliança com Deus não está incluindo o que o diabo dá ou oferece. Devemos tomar muito cuidado e discernir o que pertence a Deus em nossas vidas. No caso de Jó (1:27), ele disse que Deus deu e Ele tirou, ou, permitiu que o diabo tirasse, isto foi uma prova onde Jó foi aprovado e Deus lhe restituiu tudo em dobro. Deus é Justo (v.6), mas o melhor sacrifício que podemos dar a Deus e o diabo nunca terá permissão para tirar de nós, porque depende da nossa vontade e escolha, está nos VS. 14-15:
“Oferece a Deus sacrifício de louvor e paga ao Altíssimo os teus votos. E invoca-me no dia da angústia; Eu te livrarei, e tu me glorificarás”.
          Nosso sacrifício de louvor e adoração a Deus ninguém pode tirar, a não ser nós mesmos. Devemos continuar pagando nossos votos materiais e físicos a Deus, mas o que Seus olhos realmente procuram são os verdadeiros adoradores. Assim diz o v. 23:
“AQUELE QUE OFERECE SACRIFÍCIO DE LOUVOR ME GLORIFICARÁ; E ÀQUELE QUE BEM ORDENA O SEU CAMINHO EU MOSTRAREI A SALVAÇÃO DE DEUS”.