quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

O GRANDE BANQUETE



          Certo homem estava preparando um grande banquete e convidou muitas pessoas. Na hora de começar, enviou seu servo para dizer aos que haviam sido convidados: - Venham, pois tudo já está pronto.
          Mas eles começaram, um por um, a apresentar desculpas. O primeiro disse: Acabei de comprar uma propriedade e preciso ir vê-la. Por favor desculpe-me.  Outro disse: Acabei de comprar cinco juntas de bois e estou indo experimentá-la. Por favor, desculpe-me. Ainda outro disse: Acabo de me casar, por isso não posso ir.
          O servo voltou e relatou isso ao seu senhor. Então o dono da casa irou-se e ordenou ao seu servo: Vá rapidamente para as ruas e becos da cidade e traga os pobres, os aleijados, os cegos e os mancos. Disse o servo: O que o senhor ordenou foi feito, e ainda há lugar.
          Então o senhor disse ao servo: Vá pelos caminhos e valados e obrigue-os a entrar, para que a minha casa fique cheia. Eu lhes digo: Nenhum daqueles que foram convidados provará do meu banquete.
(Lucas 14: 16-24)
          Quantas vezes se perde tanto tempo com pessoas que aparentemente parecem não precisar de Deus. Ou que suas tarefas, seus negócios, suas conquistas e até mesmo, a própria família lhe impedem de servir a Deus, de participar do Seu banquete espiritual.
          Enquanto isso, muitos precisam de uma Palavra, de um incentivo, e de até um empurrãozinho (obrigue-os a entrar) para terem suas vidas transformadas por Deus e passarem a servi-Lo.
          Destas sim, poderá haver alguma gratidão, pois, necessitam de um milagre para conseguirem ser alguém, ou, de terem algum sentido em suas vidas de profunda pobreza espiritual. Deus quer preencher o vazio delas e ser fundamental na mudança de atitude.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário... Deus te abençoe! Compartilhe este blog e dê sugestões de publicações. Abraço!

Marcelo Donisete