domingo, 23 de dezembro de 2012

"EM BUSCA DE NOSSA CIDADE"


          Na Califórnia, exatamente no lugar onde a “corrida do ouro” teve início, quando garimpeiros encontravam uma terra onde pudesse haver ouro, fincavam uma estaca e assim reivindicavam o território. Alguns terrenos eram mais valiosos que outros por causa do que havia sob eles. Para reivindicar um terreno naquela época era preciso fincar uma estaca no chão. A estaca deveria levar o nome da pessoa e uma breve descrição da área que estava sendo reivindicada. O terreno seria avaliado formalmente mais tarde. Enquanto isso, a estaca era um “documento” tão importante quanto uma escritura. Se ninguém reclamasse a terra, outra pessoa poderia remover a estaca antiga fincar sua própria estaca com seu nome e as dimensões da terra e dizer: “De acordo com a lei, reivindico esta terra. Estou em processo de possessão e ocupação e esta estaca é a prova de que, por lei, este terreno é meu”.
          Esta será a proclamação contida na estaca fincada no solo de nossa cidade:
·       *  ARREPENDEMO-NOS  e pedimos ao Senhor que nos perdoe pelos pecados deste Estado e desta região, especialmente  desta cidade. Pedimos perdão pelos pecados de corrupção política, preconceitos, perversão moral, feitiçarias, ocultismo e idolatria. Clamamos que o sangue de Jesus purifique nossas mãos do derramamento de sangue inocente. Pedimos perdão pelas divisões na igreja, perdão pelo orgulho, perdão pelos pecados da língua e qualquer outro pecado que tenha ferido a causa de Cristo. Nós nos arrependemos e nos humilhamos, clamamos misericórdia sobre nossa terra, nossa comunidade e nossas igrejas.
·        * REIVINDICAMOS, clamamos pela vinda do Reino de Deus, para que Sua vontade seja feita nesta cidade. Pedimos, em Nome de Jesus, o derramamento da graça e misericórdia para que haja um avivamento espiritual que cubra a comunidade, afim de que as pessoas se voltem para Deus, se purifiquem, sejam quebrantadas e se humilhem. Clamamos que o Senhor visite esta cidade, nossas igrejas e lares. Que esta cidade não seja esquecida. Clamamos por uma restauração baseada na justiça.
·       *  RESISTIMOS em submissão a Deus, pela fé, ao inimigo e suas obras, a todas as forças e poderes demoníacos que têm escravizado esta cidade. Resistimos ao espírito de maldade que estabeleceu fortalezas nesta cidade. Resistimos aos lugares obscuros, às obra das trevas, aos lugares onde o inimigo esteja acampado. Clamamos o Nome de Jesus para que tais fortalezas espirituais sejam destruídas e proclamamos neste dia, que esta cidade está agora sob o poder e Senhorio do Espírito Santo.
          Esta é a nossa Proclamação, reivindicando nossa cidade e buscando-a para Deus.

Livro: Caçadores de Deus   (Tommy Tenney)

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

"DESEJO DO PECADO"

 "E, vendo a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore DESEJÁVEL para dar entendimento, tomou do seu fruto..." Gn. 3:6


          A Bíblia não diz qual era o fruto que Eva cobiçou... a foto de uma maça acima é apenas uma ilustração... mas o DESEJO a levou ao pecado contra Deus.
          O apóstolo Paulo nos ensina em sua carta aos Romanos o seguinte (7:8):

"MAS O PECADO, APROVEITANDO A OPORTUNIDADE DADA PELO MANDAMENTO, PRODUZIU EM MIM TODO TIPO DE DESEJO COBIÇOSO. POIS, SEM A LEI O PECADO ESTÁ MORTO".

          Sabemos o que é crime por causa das leis... sabemos o que é pecado por causa dos Mandamentos de Deus, ninguém é inocente. Temos dentro de nós o conhecimento do que é certo e do que é errado. Diante disso, o que somos perante Deus? Cidadãos de bem ou marginais?
As leis, normas, regras e procedimentos foram feitos aos cidadãos de bem e não para os bandidos, pois, eles já vivem à margem da lei, por isso são chamados de marginais.
          O pecado não podemos evitar... somos pecadores, mas o DESEJO DO PECADO podemos evitá-lo, é uma luta constante do espírito contra a carne mas podemos vencer.

TODO DESEJO INCONTROLÁVEL DO PECADO PODE SER ELIMINADO COM PERSEVERANÇA E COM O ESPIRITO SANTO EM NOSSAS VIDAS.

As consequências dos desejos de pecado quando consumados são muito grandes, mas quando RESISTIMOS estes desejos somos recompensados pela presença maravilhosa do Espírito Santo em nossas vidas, nos consolando, nos corrigindo e nos fortalecendo.

domingo, 11 de novembro de 2012

ISAÍAS 61 - CARVALHOS DE JUSTIÇA

O espírito do Senhor DEUS está sobre mim; porque o SENHOR me ungiu, para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos;
A apregoar o ano aceitável do SENHOR e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes;
A ordenar acerca dos tristes de Sião que se lhes dê glória em vez de cinza, óleo de gozo em vez de tristeza, vestes de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem árvores de justiça, plantações do SENHOR, para que ele seja glorificado. 
Isaías 61:1-3

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

A MELHOR OPÇÃO: SERVIR AO SENHOR !

 "Agora, pois, temei ao Senhor, e servi-o com sinceridade e com verdade, e deitai fora os deuses aos quais serviram vossos pais dalém do rio e no Egito, e servi ao Senhor. Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao Senhor, escolhei hoje a quem sirvais: se os deuses a quem serviram vossos pais, que estavam dalém do rio, ou os deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a minha casa serviremos ao Senhor." (Josué 24:14-15)


ENTÃO, RESPONDEU O POVO E DISSE: NUNCA NOS ACONTEÇA QUE DEIXEMOS O SENHOR PARA SERVIRMOS A OUTROS DEUSES. (v.16)

O povo escolheu a opção certa, a mesma de Josué... e para isto se concertaram perante Deus:

E DISSE O POVO A JOSUÉ: SERVIREMOS AO SENHOR, NOSSO DEUS, E OBEDECEREMOS À SUA VOZ.

Assim, fez Josué CONCERTO, naquele dia com o povo...  (vs. 24-25)

Temos muita facilidade em trocar Deus por qualquer coisa seja grande, pequena e até mesmo medíocres, mas quando tomamos a decisão certa e resolvemos concertar nossa vida diante de Deus e serví-Lo tomamos uma decisão inteligente.



domingo, 30 de setembro de 2012

"VIVER CONFORME O ESPÍRITO"

 
ROMANOS 8:5
“QUEM VIVE SEGUNDO A CARNE TEM A MENTE VOLTADA PARA O QUE A CARNE DESEJA, MAS QUEM VIVE DE ACORDO COM O ESPÍRITO, TEM A MENTE VOLTADA PARA O QUE O ESPÍRITO DESEJA”.
          A Palavra de Deus me ensina profundamente a respeito das obras da carne, ou seja, as atitudes e desejos humanos. Segundo o que muitos dizem: Q que é proibido é melhor. E com esta filosofia muitos têm se afundado. Até começam ter atitudes contrárias ao seu caráter e personalidade.
          Um exemplo bíblico... Eva viu que a árvore do conhecimento do bem e do mal, a qual Deus os havia proibido de tocar era: “BOA PARA SE COMER, AGRADÁVEL  AOS OLHOS E DESEJÁVEL PARA DAR ENTENDIMENTO” (Gn. 3:6).
          Como ele podia saber que aquele fruto era bom para se comer  sendo que não tinha provado ainda?
          E o seu aspecto era agradável, bonito aos olhos, mas e o seu conteúdo?
          E o desejo para conhecer o proibido, pois, a inocência incomoda. Desejo de saber o que é oculto.
          A Palavra de Deus me ensina a não ser guiado pelos meus sentimentos humanos e percebi que no VS. 1 de Romanos 8 diz assim: “... não andam segundo a carne, mas segundo o espírito”.  Repare no espírito de letra minúscula... é o nosso espírito. O nosso espírito, depois que aceitamos Jesus, foi recriado por Deus e nele está toda a vontade do Pai através do Espírito Santo. Aonde se cumpre a Promessa da Nova Aliança:
“Esta é a Aliança que farei...  POREI MINHAS LEIS EM SUA MENTE E AS ESCREVEREI EM SEU CORAÇÃO. SEREI O SEU DEUS, E ELES SERÃO MEU POVO.”   (Hb. 8:10)
          Já está em nosso espírito as leis de Deus, ou seja, toda a vontade de Deus, os Seus mandamentos e promessas. Tendo isto em nós já escritos e gravados em nossa mente e com o Espírito Santo em nossas vidas, conseguimos anular as obras da carne (Gl. 5:16-21), ou seja, toda vontade humana e pecaminosa. E passamos a viver pelo Espírito e com os frutos que nos são concedidos:  amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio.

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

"NOVO MANDAMENTO: AMOR"



“UM NOVO MANDAMENTO VOS DOU:  QUE VOS AMEIS UNS AOS OUTROS, COMO EU VOS AMEI A VÓS, QUE TAMBÉM VÓS UNS AOS OUTROS VOS AMEIS” (Jo. 13:34)

          Para Jesus dizer: “NOVO MANDAMENTO”, certamente porque existia um “antigo mandamento”, que era seguido pelo povo de Deus. Mas qual era o antigo mandamento acerca do AMOR? Está escrito em Levítico 19:18 – “Não te vingarás nem guardarás ira contra os filhos de teu povo, mas amarás o teu próximo como a ti mesmo...”
          Aí está o antigo mandamento acerca do AMOR: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.
          Mas agora vem Jesus dizendo:  “UM NOVO MANDAMENTO VOS DOU, QUE VOS AMEIS UNS AOS OUTROS ASSIM COMO EU VOS AMEI”.  Deu para perceber a diferença do antigo para o NOVO MANDAMENTO? O antigo é amar o próximo na medida que você se ama, ou seja, tudo que desejar para você, o mesmo desejaria ao seu próximo. Jesus, porém, disse para AMARMOS como ELE nos amou. E é sobre isto que vamos meditar:
          Amarás o teu próximo como a ti mesmo é o menor grau do amor, porque ele fala de um amor com limites. O máximo que eu poderia amar alguém era a medida com que me amasse. Então é baseado no amor que sentimos por nós mesmos, amar ao próximo desde que isto não implicasse em nenhum risco a nós mesmos. E pensamos que já é muita coisa!
          Na verdade, o próximo passou a ser nosso irmão... e todos devemos amar como se fossem da nossa família e AMAR como Jesus amou. Como foi que Jesus nos amou?
          Ele nos AMOU mais do que a Si mesmo. Neste grau de amor, nesta “temperatura” de amor... o EU desaparece. O AMOR de Jesus foi além de Si mesmo e esta é a reforma que devemos fazer, do NOVO MANDAMENTO. Quanto nós parecemos com Jesus? Quem pode obedecer ao Novo Mandamento? Quem pode AMAR como Jesus amou? Nós podemos !!!!! Deus nunca pediu algo que não pudéssemos fazer, então é possível amar alguém mais do que a nós mesmos. Um exemplo:  - temos um vizinho doente, e de madrugada esta pessoa precisa ser socorrida e alguém nos pede ajuda e mesmo cansados, só dormimos poucas horas e temos que socorrer ao vizinho. No amor do antigo mandamento: levaríamos este vizinho na porta do hospital, o deixaria lá, voltaria para casa e diria: Já fiz minha parte. No NOVO MANDAMENTO:  levaríamos ao hospital, e,  mesmo não sendo da família e tendo que entrar no trabalho às seis da manhã, ficaria no hospital toda a madrugada e se fosse liberado o traria de volta.
ISTO, é apenas um exemplo simples, DE AMAR MAIS DO QUE A SI MESMO.
          Quando dizemos que não temos  tempo, revelamos nosso egoísmo, por isso não temos obedecido o NOVO MANDAMENTO dado por Jesus. Se obedecermos este MANDAMENTO de Jesus acerca do AMOR além de nós mesmos, teremos não só recebido a Jesus em nossas vidas, mas também os Seus ensinamentos.


terça-feira, 7 de agosto de 2012

"A CONQUISTA DA TERRA"



“Eis aqui a terra que pus diante de vós; entrai e possuí a terra que o Senhor com juramento deu a vossos pais, Abraão, Isaque e Jacó, a eles e à sua descendência depois deles”  (Deuteronômio 1:8).

          Como pode Deus declarar que “A TERRA É VOSSA” e depois desafiar: “ENTRAI E POSSUÍ A TERRA”. Afinal a terra era ou não de Israel? Era. Mas Israel teria que conquistá-lá.
“O DAR É DE DEUS E O POSSUIR É DO HOMEM”
          Temos a seguinte conclusão: “O que é nosso por direito de promessa ou de aliança, não é usufruído automaticamente”. Deus dá, mas compete a mim possuir e conquistar. O dar é de Deus mas o possuir é nosso!
          Suponhamos que alguém lhe deu um presente: abriu uma caderneta de poupança no seu nome. Acontece que você não tomou conhecimento do fato. Você está passando necessidades e aquele dinheiro seria mais que suficiente para satisfazê-las. Pergunto: Aquele dinheiro em seu nome no banco lhe pertence? Claro que sim. Resolveu seu problema? Não! Por que? Falta-lhe o conhecimento. Vamos agora imaginar uma outra situação: você tomou conhecimento da generosidade daquele que lhe deu o dinheiro, entretanto, por alguma razão você não vai ao banco retirá-lo. Pergunto: Aquele dinheiro afeta sua circunstância? Não! Para que ele supra suas necessidades duas coisas são necessárias, e elas caminham juntas: TOMAR CONHECIMENTO do que lhe pertence e LANÇAR MÃO disso. Em outras palavras: SABER e TOMAR POSSE.
          A nossa ignorância (falta de conhecimento) dos princípios divinos, expressos na Palavra de Deus, é que nos torna presas vulneráveis ao inimigo, que, tudo faz para manter-nos em confusão, para que ele nos possa roubar mais facilmente o que é nosso por direito, mantendo-nos como escravos, quando somos príncipes; mendigos, quando somos filhos do Rei; vencidos, quando a vitória é nosso direito. Chegou, porém, a hora de os nossos olhos serem iluminados pela Revelação da Palavra de Deus, lançarmos por terra as prisões satânicas, subjugarmos os gigantes da terra e entrarmos na plena posse de nossa herança em Cristo.
          Estabeleçamos um fato: A TERRA SERÁ CONQUISTADA PELA BATALHA. Há uma conquista. A terra é minha por direito de herança, de promessa, mas compete a mim conquistá-lá, e o modo de fazê-lo é pela batalha. Nosso espírito é recriado pelo Espírito de Deus, mas há áreas da alma que precisam ser conquistadas. Existem batalhas a serem vencidas do lado de fora e pelo lado de dentro.


“Valnice Milhomens”  

domingo, 29 de julho de 2012

"REBELIÃO É FEITIÇARIA"



Deus, através de Seu profeta Samuel, repreendeu ao rei de Israel, Saul, por causa de sua rebeldia em não executar exatamente o serviço da maneira que Ele havia ordenado. E suas atitudes foram as mesmas de um feiticeiro (segundo a Bíblia em I Sm. 15:23 – “A rebelião é como pecado de feitiçaria...”).
Há pessoas, que são habilidosas, ou seja, são capacitados para obra de Deus e outros trabalhos materiais, mas tem forte tendência à infidelidade e desobediência. Dizem: ‘Eu não obedeço a homens, obedeço a Deus’. A Bíblia chama a estes de rebeldes. Deus estabeleceu pessoas na igreja para ensinar, edificar, cantar, aconselhar, interceder e para liderar. O pastor é o representante legal de Jesus, como Moisés era de Deus para os israelitas.
O rei Saul era habilidoso, mas, deixou de obedecer totalmente à ordem de Deus dada pelo profeta Samuel, e a ordem era esta: “Vai, pois, agora e fere a Amaleque, e destrói totalmente tudo o que tiver...” Saul reuniu os soldados, cercou a cidade dos amalequitas e os feriu. Até aqui estava agindo de acordo, mas depois...: “E Saul e o povo perdoaram a Agague (rei dos amalequitas) e ao melhor das ovelhas e das vacas... e ao melhor que havia, e NÃO OS QUISERAM DESTRUIR TOTALMENTE...”Apesar de suas habilidades e ser capacitado para esta obra, não foi obediente.
Quando as instruções, que são necessárias, não são cumpridas, entra o pecado de rebelião. Saul, após ser repreendido por Samuel, deu desculpas por não ter obedecido e ainda culpou o povo. Os soldados trouxeram os animais para oferecer a Deus em sacrifício, mas Saul deveria repreende-los porque a ordem de Deus estava sobre ele e não sobre os soldados, que obedeciam ao rei. Para Deus, em primeiro lugar, está a obediência em Sua Palavra, Deus quer que sejamos fiéis e obedientes a Ele e às autoridades por Ele constituídas.
Feitiçaria é uma ação maléfica própria de bruxos e de magia negra. Claro que um crente não faz trabalhos de bruxaria, mas, simbolicamente, mostrarei semelhanças entre os rituais de feiticeiros e os costumes rebeldes, enganadores e desobedientes dos que usam o apelido de crentes ou evangélicos:

a)      Mediunidade e clarividência

A adivinhação é um dos atributos da feitiçaria, prevê-se na maioria das vezes: casamentos ilícitos e fim de casamentos; a ruína do empresário, do comerciante, do trabalhador autônomo; acidentes no serviço de operários e donas de casa; enfim, muita desgraça e pouca sorte.
Não é muito difícil encontrar alguns clarividentes que exercem a função de médiuns. Este ‘tipo’ acha-se espiritualmente superior e capaz de receber um espírito que prevê a desgraça alheia. Chegam com pinta de profeta, sério e olhar fixo para o irmão desprotegido e sem nenhum conhecimento bíblico (não se atrevem aproximar-se daquele que foi transformado e orientado e é um SEGUIDOR DE CRISTO), e diz: “Eu vejo uma nuvem negra na cabeça do irmão!” Ou, “Vejo um vulto te acompanhando...” e outras frases absurdas com o intuito de tirar a paz de quem ouvem. Previsões de tragédias são semelhantes às previsões de feiticeiros e bruxos. É possível receber da parte de Deus, como forma de alerta, algo que vai acontecer com alguém, mas isto não será usado para causar mais medo ou perturbar psicologicamente uma pessoa, sobrevindo ainda mais desgraças sobre a vida daquele a que se deu a previsão. Quando é de Deus, tanto o que recebeu quanto o que é avisado oram juntos, expulsando todos os espíritos malignos que estão tramando perdas e calamidades. Aqueles que não são cristãos e não sabem orar, devem ser avisados e orientados biblicamente da forma que irão se proteger. O cristão deve buscar de Deus a solução para a visão que teve.
Isto foi o que Jesus nos ensinou quando avisou a Pedro que o diabo pediu para cirandar com ele como trigo. Jesus orou e rogou a Deus que o livrasse, antes de avisar a Pedro.
O "feiticeiro", como tendo uma ‘premonição’, ainda diz para a pessoa ficar atento ou acontecerão coisas piores. O diabo tem suas estratégias e usa a boca de quem lhe dá alguma brecha, para falar aquilo que é dele próprio, pois é mentiroso. Suas intenções são as piores com o povo de Deus, então, traz o que está lá no mundo, nas religiões que ele criou para o meio evangélico de maneira disfarçada, e só percebe quem está em comunhão com Deus.
Os espíritos de engano sabem como influenciar um crente a “profetizar” mentiras, usando palavras que estão fora do ensinamento bíblico (II Co. 18:20-21).

b)      Sedução

Seduzir é desencaminhar, atrair ou fascinar alguém, é inclinar o próximo ao mal ou ao erro. Usar de sedução, outro atributo de feiticeiro, para conseguir afastar uma pessoa do propósito divino. Usam de vários meios e artimanhas com a finalidade de conduzir alguém ao que ele sabe que é errado, mas ele faz e quer que outros façam também e quer enganar a outros e leva-los a imitar suas ações. Um exemplo de sedução está no início da existência humana (Gn. 3:6), Eva foi seduzida pela serpente, depois, Adão foi seduzido por Eva a cometer o mesmo erro. Assim começa se espalhar a religiosidade no meio evangélico, começa por um que diz ao outro, que diz à outra, e quando alguém percebe muitos estão perturbados e endemoninhados sem sair da igreja. A religiosidade se espalha de tal forma que mais parece uma praga contagiosa (II Tm. 2:16-18).
Eva, com certeza, já vinha reparando aquela árvore bonita que tinha um fruto diferente das outras, e quando a serpente usou o argumento que ela queria ouvir, optou (usando pela primeira vez seu livre-arbítrio) em pegar do fruto que Deus havia proibido. As palavras da serpente, que foi a primeira médium, foram sedutoras, irresistíveis. A Bíblia Sagrada relata exatamente o que a mulher pensava daquela árvore:
  • BOA PARA SE COMER;
  • AGRADÁVEL AOS OLHOS; e
  • DESEJÁVEL PARA DAR ENTENDIMENTO.
Prova que aqueles que são “inocentes” se forem seduzidos, somando com a curiosidade de saber o que é deixar de ser “inocente”, podem cair a qualquer momento. 
O sedutor nunca mostra o lado ruim das coisas, só mostra o que é bom, despertando a curiosidade e tornando tudo fascinante, como: o primeiro cigarro – “homem que é homem fuma”; o primeiro trago de maconha – “você vai fazer uma viagem”; o primeiro gole de bebida alcoólica – “quem bebe conquista muitos amigos”. Estas e outras frases convencem e o “inocente” no assunto é enganado.
Eva encontrou a oportunidade de comer do fruto proibido e, em seguida, Adão também comeu. Caiu em pecado, diferentemente de como Eva caiu (I Tm. 2:14), Adão sabia que não podia comer aquele fruto, mas, mesmo sem ser enganado, comeu. Era sedutor conhecer o bem e o mal, ele também tinha a curiosidade. Aquela árvore era diferente e já que a mulher comeu e não morreu como Deus disse que aconteceria (Gn. 2:17), tomou do fruto proibido. Quando foi procurado por Deus, como aconteciam todas as tardes, se escondeu e colocou a culpa em Eva.
Temos facilidade em transferir nossas falhas para alguém, dificilmente, ou nunca, assume-se o erro. Lembra de Saul que não fez tudo o que Deus mandou e ainda colocou a culpa no povo, e disse que os mesmos trouxeram os animais para oferecerem como oferta a Deus? Esta é a atitude do feiticeiro-sedutor.

Todos estes atributos são dos feiticeiros: mediunidade, sedução. São dos que praticam a rebeldia, o engano e a desobediência. São desobedientes a Deus e consequentemente ao pastor ou discipulador. Não fazem o que lhes é designado, ou se fazem, fazem pela metade, não concluindo a missão, o que também é rebelião. E isto é feitiçaria!

domingo, 22 de julho de 2012

" NÃO TEMAS "


 A frase “NÃO TEMAS” aparece na Bíblia em muitas ocasiões, por exemplo:
* quando Deus abriu o mar Vermelho, usou Seu servo Moisés para orientar o povo (Êx. 14:13): “...NÃO TEMAIS, aquietai-vos e vede o livramento do Senhor que hoje vos fará; porque aos egípcios que hoje vedes, nunca mais os tornareis a ver”.
* após a morte do líder Moisés, Josué se depara com uma grande responsabilidade, de conduzir o povo de Israel à Terra Prometida. E Deus o fortaleceu para esta missão com estas palavras (Js. 1:9): “... sê forte e corajoso, NÃO TEMAS...”.
Deus observa e usa os que são arrojados, corajosos, audaciosos, ousados, trabalhadores e esforçados. Ele encontra estas qualidades mesmo naqueles que pensam que não as tem, e dá Sua Palavra de animo e encorajamento.
Não há o quê e nem o porquê temer quando se tem a presença do Senhor dos Exércitos. É necessário sim, ter sensibilidade espiritual para poder enxergar o invisível, ou seja, o que está além dos problemas, mesmo que o inimigo, aparentemente, seja superior ou mais numeroso (II Rs. 6:16):“NÃO TEMAS, porque são mais os que estão conosco do que os que estão com eles”. Os soldados do rei da Síria cercaram a cidade onde o profeta Eliseu estava, e este homem de Deus não se amedrontou e tratou de confortar seu discípulo que só enxergava as dificuldades à sua frente. Aquele rapaz estava apavorado com tantos soldados inimigos e eles eram apenas dois. Ele enxergava o número físico e humano: DOIS x EXÉRCITO INIMIGO, certamente pereceriam olhando por este ângulo. Eliseu orou para que os olhos espirituais de seu discípulo (ou auxiliar) fossem abertos, e só assim conseguiria ver que quem estava com eles eram muito mais numerosos e poderosos, do que os que estavam contra eles. E o discípulo pôde enxergar com seus olhos espirituais (com seu espírito) que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo prontos para guerrear por causa deles.
O medo é uma cegueira espiritual, e a pessoa não consegue ver que o seu Deus é muito Maior. Quem tem medo é escravo do diabo! Ele conhece este ponto fraco e só ataca ali, fazendo-o enfraquecer-se a cada dia, tornando-se um covarde espiritual.
A esposa tem medo de perder o marido que não aceita que ela seja uma cristã; o pai tem medo de disciplinar o filho acerca da conduta cristã e este ficar revoltado. Pais precisam saber a hora de dizer sim, e a hora de dizer não, a mãe precisa corrigir a filha e não ter medo dela fugir de casa por causa disto. O empregado tem medo de falar para o patrão dispensa-lo das horas extras no dia dele ir para Igreja e ser demitido; ou, o crente, tem medo de evangelizar por causa da reação de insatisfação das pessoas, ou mesmo, dos xingamentos e ameaças.
Tantas outras situações em que se tem medo de agir! Até mesmo o pastor, ou líder espiritual, que não quer doutrinar fortemente uma pessoa em pecado, que é crente, com medo deste se desviar. O que tem que ser falado, deve ser falado, sem medo, mas, com humildade, amor e autoridade do Espírito Santo.
No amor não há temor... o que tem medo não é perfeito em amor (I Jo. 4:18). Através da oração de Eliseu, Deus abriu os olhos espirituais daquele moço que era seu auxiliar, e ele soube que não havia motivos para o desespero, isto é amor, orar pelo discípulo de Jesus que é imaturo, ou seja, é uma criança espiritual, para que sejam abertos seus olhos do espírito.
Sente-se medo por causa do pecado! É uma situação comum que acontece com alguns crentes ainda despreparados e sem orientação. Por não conseguirem abandonar antigos hábitos pecaminosos, se desesperam e são medrosos, tornando-se uma fobia. Assim mesmo são os crentes que tem medo de sua vida espiritual e cristã. O pecado os acompanha e não tem segurança para orar e falar com Deus, se auto-desprezam e usam sua fé para o medo, ao invés de agirem ao contrário, e esse medo cria um laço (Pv. 29:25), e ficam presos.
O medo não é um sentimento comum, é um espírito maligno especialmente com esta função, que domina a mente do homem distante de Deus, e que também trabalha na vida daqueles que aceitaram Jesus como Salvador. A solução é entregar seus medos nas mãos de Deus.
Existem casos ainda piores, que acompanham desde criança e adolescência. Crentes que carregam traumas desde sua infância e tem medo de determinadas coisas ou objetos. Certa vez, vi na televisão uma mulher que tinha pavor de bonecas; outra, de subir escadas. E assim, muitos vivem escravizados por estes traumas, que, possivelmente (não geralmente), podem ter sido causados por culpa dos pais, ou de mentes passivas, por exemplo, os melancólicos (que são tristes e deprimidos). Brincadeiras de péssimo gosto que deixam marcas na mente das crianças e elas carregam estas marcas para adolescência, juventude e se não forem libertas, para fase adulta, onde se acarretam problemas ainda maiores e humanamente incuráveis. E pior! Podem repassar seus medos e traumas para os filhos e até para os netos, e os demônios especialistas nesta área, conseguem escravizar toda geração.
Pessoas com medo necessitam de libertação! Ore a Deus, peça ajuda ao pastor ou discipulador. Determine na sua vida que nenhum mal te atingirá; mil cairão de um lado e dez mil do outro, e você não será atingido (Sl. 91). Ore usando a Palavra de Deus, e acreditando nas Promessas divinas para sua vida e família. Liberte-se em Nome de Jesus e VIVA FELIZ!!!

quinta-feira, 31 de maio de 2012

"MENTE DIVIDIDA"


          Enquanto eu orava... minha MENTE vagava em outras situações: pensava no meu trabalho e em questões familiares e não conseguia me concentrar na oração. Até que num momento perguntei ao Espírito Santo: -"Por que é tão difícil se concentrar exclusivamente na oração?" Fiquei sem respostas...
          Então fui ler a Bíblia e depois de ter lido vários textos e passagens, me deparei com a carta do apostolo Tiago que diz assim (4:7-8):

" PORTANTO, SUBMETAM-SE A DEUS. RESISTAM AO DIABO, E ELE FUGIRÁ DE VOCÊS.
  APROXIMEM-SE DE DEUS E ELE SE APROXIMARÁ DE VOCÊS!
  PECADORES, LIMPEM AS MÃOS, E VOCÊS, QUE TEM A MENTE DIVIDIDA, PURIFIQUEM O CORAÇÃO."

          Não há necessidade de dizer que era tudo que eu precisava saber naquele momento. A orientação bíblica foi fundamental para o meu devocional, e aprendi que para me concentrar na oração me sujeitat a Deus, resistir aos pensamentos naturais e às imagens satanicas colocadas em minha mente... devo limpar as mãos pedindo perdão a Deus, pois, o pecado constroi uma barreira entre Deus e o homem e ter o coração puro.
          O Espírito Santo é muito sensível a qualquer interferência pecaminosa, carnal e física.
          Agora estou pronto para começar a ouvir a voz Dele.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

RECAPTURANDO A MENTE CATIVA

No Novo Testamento grego a palavra "noema" (noemata no plural) foi usada seis vezes: Fp. 4:7; II Co. 2:11; 3:14; 4:4; 10:5 e 11:3. Foi traduzido em portugues por "MENTE", designios, sentidos, entendimento e pensamentos.
A mente é a faculdade; o designio é sua ação - o produto da mente humana. Atraves da faculdade da mente o homem pensa e decide livremente, e isto representa o próprio homem. Assim, se alguem deseja preservar sua liberdade, tem de dizer que todos os seus pensamentos são bons e corretos. Não se atreve a expô-los à interferência e, portento, deve cercá-lo com muitas argumentações. Eis porque os homens falham em crer no Senhor, ficam frequentemente aprisionados na fortaleza de alguma argumentação. Um incrédulo pode dizer: "Vou esperar até ficar bem velho", ou, "Muitos cristãos não se comportam bem, por isso não posso crer", ou, "Vou esperar até que meus pais morram". Semelhantemente há razões que os crentes apresentam para não amar o Senhor: os estudantes dirão que estão ocupados demais com seus estudos: os homens de negócios ocupados demais com seus negócios; o doente acha que sua saúde é fraca demais... e assim por diante.
Se Deus não destruir essas fortalezas os homens jamais ficarão livres. Satanás aprisiona os homens através das fortalezas dos argumentos. A maioria dos homens estão por trás de tantas linhas de defesa que eles são incapazes de atravessá-las para a liberdade. Só a autoridade de Deus pode levar cativo cada pensamento para obedecer a Cristo. As argumentações humanas têm de ser primeiramente lançadas ao chão. Só depois que o homem começa a ver que Deus é Deus conforme declarado em Romanos 9 é que suas argumentações são destruídas. E quando as fortalezas são destruídas, nenhuma argumentação permanece e os pensamentos humanos podem ser então levados cativos para obedecer a Cristo. Só depois que seus pensamentos são recapturados é que o homem pode verdadeiramente obedecer a Cristo.

"TODOS NÓS DEVEMOS APRENDER A DISCIPLINA PARA QUE NOSSAS BOCAS SEJAM INSTRUÍDAS NO SENTIDO DE NÃO FALAR LEVIANAMENTE, NOSSA MENTE A NÃO ARGUMENTAR O PECADO, NOSSOS CORAÇÕES A NÃO OFERECER CONSELHO ERRADO. O CAMINHO DA GLÓRIA ESTÁ EXATAMENTE À NOSSA FRENTE, DEUS HÁ DE MANIFESTAR SUA AUTORIDADE SOBRE A TERRA".

terça-feira, 24 de abril de 2012


A VIDA MATERIAL

O diabo disse a Deus: “-Pele por pele! ... Um homem dará tudo o que tem por sua vida” (Jó 2:4). E assim... muitos têm abandonado à Deus e a seus princípios e conceitos de bom caráter em troca de uma “vida perfeita”.  Mas aqui se refere à vida física, material e humana.
Para ser bem sucedido em tudo que fizer tem que ser de acordo com o planejado, com o propósito já definido. Quando dá errado, as pessoas procuram a solução para voltar a ter êxito, a ter sucesso e apelam para todo tipo de ofertas e não querem saber se estarão ferindo seus próprios conceitos de honestidade, ou se estarão pisando e/ou humilhando outras pessoas. O alvo é voltar à vida maravilhosa ou experimentar tê-la.
O cristão não deve se deixar levar pelos prazeres da vida física e material, sua preocupação deve ser sempre a VIDA ETERNA, pois, esta sim é importante a todo ser humano e reflete na material. Jó usou palavras sábias quando disse:

“Saí nu do ventre da minha mãe e nu partirei. O Senhor o deu, o Senhor o levou, louvado seja o Nome do Senhor” (Jó 1:21).

Não é fácil ter este mesmo pensamento de Jó diante de tanta vaidade e facilidade em conquistar sucesso da maneira errada... falar é fácil, mas passar pelo que ele (Jó) passou e ainda louvar o Nome do Senhor é muito difícil em um mundo voltado para o que é material. A paciência, a perseverança e a fidelidade à Deus é o início do longo caminho a ser percorrido, em busca de tudo aquilo que Deus tem para nos oferecer que é o melhor. Sem passar por cima de ninguém, amando e respeitando a todos... como diz a Palavra de Deus.

terça-feira, 27 de março de 2012

CRIADOS PARA ADORAR !!!!!

  
Somos um espírito criado por Deus, possuímos uma alma e fomos colocados dentro de um corpo. O nosso espírito foi feito para adorar a Deus.
Um professor científico revelou que há uma base neurológica para grande fome humana por Deus. A neuroteologia explora as ligações entre a espiritualidade e o cérebro. E conseguiu, segundo ele, mapear o cérebro de budistas tibetanos em meditação e de freiras franciscanas rezando com um aparelho de alta tecnologia; que descrevia as funções do cérebro nas experiências religiosas.
Nas pesquisas científicas acerca da existência de uma força sobrenatural que os religiosos recebem, analisaram as imagens das tomografias e chegaram a conclusão que nos momentos de pique das preces e da meditação, o cérebro sofria mudanças drásticas. Chamaram de ‘profundas experiências espirituais’. Os católicos disseram ser ‘união mística com Deus’. O budismo chamaria de ‘interconexão’. Aos idealizadores da pesquisa, esses sentimentos têm origem não na emoção, mas sim na ‘fiação’ geneticamente estruturada do cérebro, e afirmou o professor científico: “Deus não passa de uma percepção gerada pelo cérebro ou que a fiação do cérebro foi projetada para experimentar a realidade de Deus”.
Todas as pessoas acreditam em algo, ou trabalham para que suas dúvidas acerca do que a maioria acredita tenham uma resposta. A palavra “crente” vem de acreditar. Até os ateus que afirmam: Não há Deus! Acreditam nesta sua teoria. A maioria que dizem acreditar em Deus busca a Ele em momentos difíceis da vida necessitando do socorro. Lembra de Deus como um solucionador de problemas, um milagreiro e não O buscam da maneira correta, porque para isto fomos criados, para adorá-Lo em espírito e em verdade (Jo. 4:24).
Entrar em transe; estar como fora de si; viver isolado em montanhas; auto sacrificar-se; rezar dioturnamente; abster-se de alimentos e de bens materiais, não significa estar com Deus. A religião é um engano! A ciência, muitas vezes, induz ao engano! Querem encontrar sempre uma resposta natural e física para todas as coisas e não encontrando (ou não entendendo) as provas, simplesmente, ignoram ou transmitem sua incredulidade, acerca do sobrenatural. São semelhantes aos saduceus da época de Jesus.
O cérebro é parte integrante do nosso corpo físico, portanto, e, obviamente, se acabará com todo o resto. As reações que, porventura, acontecem no nosso corpo, são causadas pela nossa alma, se for da parte de Deus, significa que o nosso espírito está correspondendo a adoração à Deus, e adoramos ao Senhor, sendo amigo de nossos inimigos; não procurando o mal de ninguém; amando e não vivendo em pecado; buscando a santificação; crendo e fazendo a vontade de nosso Senhor Jesus Cristo.
A nossa alma comanda nossos pensamentos, e esta é invisível fisicamente, não podendo ser fotografada pelos homens por mais avançada que seja sua tecnologia. A alma entregue a Jesus deve ser controlada para obedecer a Ele, o Senhor acompanha tudo que passa por ela através do Espírito Santo: os pensamentos, as emoções e as vontades.

quinta-feira, 22 de março de 2012

TRAIÇÃO


Como pode uma pessoa andar ao lado de Jesus por três anos e meio e depois trai-lo e morrer enforcado, suicidando-se e condenando-se ao inferno?
Será que Judas Iscariotes nasceu para trair Jesus e fazer se cumprir as Escrituras? Será que ele foi predestinado a ter este fim?
Judas ficou conhecido como traidor não porque ele era o escolhido para este destino cruel, ele mesmo quem escolheu através de seus atos; condenou-se porque era ladrão e avarento, entregou a Jesus por dinheiro que nem ele mesmo conseguiu usa-lo, era preço de sangue inocente, sua traição custou trinta moedas de prata. Quando viu que tinha entregado para morte o Homem que ajudou tantas pessoas e ajudou a ele, sentiu remorso. Isto fez com que Judas tirasse sua própria vida.
Deus usou profetas para escrever acerca da morte de Jesus, mas se Judas não fosse um falso discípulo, não teria sido ele o traidor. Aquele que deu maior brecha para o diabo tornou-se o traidor.


Traição significa deslealdade! Trair é enganar, ser infiel, não cumprir. Não é apenas por dinheiro ou bens que há traição, esta é uma atitude de DESLEALDADE e INFIDELIDADE. Assim sendo, a humanidade trai a Jesus todos os dias porque não O aceitaram de todo coração e vivem distantes Dele, e crentes, em especial, trai Jesus porque conhecem a Ele e o que Ele quer mas não obedecem.
Deus criou o homem e a mulher com liberdade de escolha, com sentimentos, com vontades... e este O abandonou. Preferiu aceitas as coisas do mundo, que são matéria, são passageiras e perecíveis, sendo que estas coisas não irá salva-lo, irá destruí-lo. Isto é uma traição!
Você não se sente ofendido quando ajuda alguém, tira a pessoa da dificuldade e esta lhe vira as costas, sendo mal agradecido e ainda te despreza? Aquele que trai o seu próximo, ou, seu irmão em Cristo, tem traído Jesus.
Nunca Ele foi infiel ou desleal com Seus discípulos, pelo contrário, foi Exemplo em tudo para eles. Os crentes traem porque tentam enganar a Deus, se passando por fiéis e são infiéis, são incrédulos e deixam de cumprir a vontade do Senhor, dando lugar aos prazeres da carne, aos desejos do mundo.
Ser leal e fiel a Deus é observar e cumprir Suas ordenanças, não importando o que vai receber em troca. O mundo ensina a não fazer nada sem interesse. Lealdade e fidelidade não têm interesse, Jesus disse que morreria pelos discípulos e foi isto que fez, não só por eles, mas por toda humanidade. O apóstolo Paulo orienta para que haja em nós o mesmo sentimento que há em Cristo (Fp. 2:5-11), quando de sua passagem na terra. Ele aniquilou-Se a Si mesmo; humilhou-Se e foi obediente a Deus-Pai, cumpriu o propósito a que veio.
Em um relacionamento de lealdade e fidelidade, a vontade própria simplesmente desaparece, morre. É muito fácil desviar-se do propósito de Deus e isto é traição! Ele nos confiou sua Palavra e o Nome de Jesus para evangelizarmos e expulsarmos os espíritos malignos, respectivamente. Não é só Judas que deveria carregar o terrível título de traidor, e sim, todos os que trocam Jesus pelo mundo e pela sua própria vontade. Afinal, foi Ele quem nos criou e nos deu o Seu amor! Por isso, quando há o verdadeiro arrependimento (não o remorso), há perdão de todas as traições, por que o sangue de Jesus nos purifica de todo pecado (I Jo. 1:9).

terça-feira, 6 de março de 2012

IGREJA EM CÉLULAS

 DEFININDO "IGREJA EM CÉLULAS"




     O que é exatamente uma "Igreja em Células"?
     Na terminologia do dia-a-dia, é simplesmente uma igreja que colocou os grupos pequenos de evangelismo no centro do seu ministério. O ministério em células não é "mais um programa"; é o coração da Igreja.

"Há uma grande diferença entre uma igreja com células e uma igreja em células... numa igreja em células não se faz nada fora da célula. Tudo aquilo que a igreja precisa fazer - treinamento, preparo, discipulado, evangelismo, oração, adoração - é feito por meio da célula. O culto dominical é uma Celebração coletiva."


     As células são grupos pequenos abertos focalizados no evangelismo que estão embutidos na vida da igreja. Elas se reúnem semanalmente para que os seus participantes se edifiquem uns aos outros como membros do Corpo de Cristo, e para anunciar o Evangelho àqueles que não conhecem Jesus. O objetivo final de cada célula é multiplicar-se à medida que o grupo cresce por meio do evangelismo e das conversões que seguem. Dessa maneira os novos membros são acrescentados à igreja e ao Reino de Deus. Os membros das células também são encorajados a participar do culto de celebração da igreja inteira, quando as células se encontram para adoração.
     Esse vínculo básico entre a grande comunidade de uma igreja e seus grupos pequenos é uma das diferenças significativas entre igrejas em células e o modelo de igreja nas casas.

"POR QUE CÉLULA"?




     A biologia nos ensina que a célula é "a menor unidade estrutural de um organismo capaz de funcionamento independente". Uma gota de sangue, por exemplo, possui cerca de 300 milhões de glóbulos vermelhos! Assim como as células individuais se juntam para formar o corpo de um ser humano, as células em uma igreja formam o Corpo de Cristo. Posteriormente, cada célula biológica cresce e reproduz suas partes até que se divide em duas células. O pacote genético inteiro recebido em parte do pai ou da mãe é reproduzido em cada célula-filha. Isto também ocorre em igrejas em células sadias. Transportando o DNA do Senhor Jesus em cada pessoa.

domingo, 26 de fevereiro de 2012

DEVOCIONAIS COM DEUS

     Os padrões de devocionais de alguns dos grandes homens e mulheres de Deus são bem documentados.
     Martinho Lutero contou que quando estava muito ocupado precisava gastar três horas pela manhã com Deus. Historiadores contam que John Welch  frequentemente gastava de sete a oito horas por dia em oração reservada. J. O. Fraiser, um missionário que trabalhava com as tribos lisus da China Ocidental gastava metade do seu dia em oração e a outra metade em evangelismo.

                                                  O CONTEÚDO


Quando você se encontra com um amigo você faz uma lista exata daquilo que irá fazer ou dizer? Claro que não! Você deixa a conversa fluir e simplesmente aproveitam o tempo juntos.
Assim também deveria ser o tempo silencioso com Deus, mas muitos cristãos o tratam como um ritual no qual seguem uma agenda programada ou um guia devocional. Em vez disso, pense nisso como um RELACIONAMENTO. O objetivo é conhecer a Deus!

"POR ISSO OFEREÇAMOS SEMPRE LOUVOR A DEUS POR MEIO DE JESUS CRISTO. ESSE LOUVOR É O SACRIFÍCIO QUE OFERECEMOS, A OFERTA QUE É DADA POR LÁBIOS QUE CONFESSAM O SEU NOME."   (Hb. 13:15)

                                                   OS OBSTÁCULOS


O conselho de David Cho (pastor da maior Igreja na Coréia) sobre a devocional matinal é: "Saia da cama!
Levante-se, lave o seu rosto, tome um pouco de café e, se necessário, corra ou faça uma caminhada!"
A sonolência é o inimigo número um das devocionais eficazes, portanto, faça o sangue circular.
Outro obstáculo são os nossos próprios pensamentos. Como você lida com aqueles pensamentos ofensivos que invadem as devocionais pessoais? As nossas lutas são frequentemente tão inadequadas que somente o Espírito Santo pode dar completo livramento. Peça a Ele que controle Seus pensamentos.

"QUANDO VOCÊ A PRINCÍPIO GASTA 60 MINUTOS EM UM PERÍODO DE ORAÇÃO NÃO SE SURPREENDA SE TERMINAR COM APENAS 5 MINUTOS QUE VOCÊ CONSIDERAVA TEMPO QUALITATIVO. PERSEVERE E AQUELES 5 MINUTOS SE TORNARÃO 15, DEPOIS 30 E DEPOIS MAIS. O IDEAL, NATURALMENTE, É ALCANÇAR TANTO A QUALIDADE COMO A QUANTIDADE, NÃO UMA OU OUTRA."








quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

PUREZA

     Li uma estória sobre Jesus e Seus discípulos (não-bíblica), que: certa vez eles andavam pelo deserto e passando próximo a um esqueleto de um boi os discípulos disseram: "- Que mal cheiro..."
     Já o Senhor Jesus (segundo a estória apócrifa, repito) disse: "-Que bela queixada!"
     Ele viu o belo onde havia mal cheiro. Certa vez, Paulo disse ao seu discípulo Tito (1:15):

"PARA OS PUROS, TODAS AS COISAS SÃO PURAS; MAS PARA OS IMPUROS E DESCRENTES, NADA É PURO. DE FATO, TANTO A MENTE COMO A CONSCIÊNCIA DELES ESTÃO CORROMPIDAS."

     A pessoa pura encontra pureza em tudo, mas, o impuro comenta aquilo que ele enxerga e que está mais visível, por causa de sua mente maliciosa e corrupta. Uma mente corrompida é uma mente difícil de enxergar pureza e acha impossível a santidade que buscamos em Deus. Um jovem me disse que já fez tantas coisas erradas e que lhe é impossível perdão para tudo o que já fez! Mente corrompida pela impureza e pecados...
     Mas o nosso Senhor nos limpa e purifica nossa mente e tira toda corrupção de nossos pensamentos.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

LIBERTAÇÃO!

O Senhor me levou a meditar em um tema muito falado e pregado nas igrejas: LIBERTAÇÃO.
A Palavra de Deus trata deste assunto de uma maneira nada simples, pelo contrário, é uma responsabilidade muito grande de quem ministra a libertação em Nome de Jesus. O conhecimento da Palavra é essencial, o Senhor ensinou:
 "QUANDO UM ESPÍRITO IMUNDO SAI DE UM HOMEM, PASSA POR LUGARES ÁRIDOS PROCURANDO DESCANSO, E, NÃO O ENCONTRANDO, DIZ: VOLTAREI PARA A CASA DE ONDE SAÍ. QUANDO CHEGA ENCONTRA A CASA VARRIDA E EM ORDEM. ENTÃO VAI E TRAZ OUTROS SETE ESPÍRITOS PIORES DO QUE ELE E ENTRANDO PASSAM A VIVER ALI. E O ESTADO FINAL DAQUELE HOMEM TORNA-SE PIOR DO QUE O PRIMEIRO." (Lc.11:24-26)

E o apóstolo Pedro entendeu a orientação de Jesus e escreveu em sua carta (II Pe.2:20-22):

"SE, TENDO ESCAPADO DAS CONTAMINAÇÕES DO MUNDO POR MEIO DO CONHECIMENTO DE NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO, ENCONTRAM-SE NOVAMENTE NELAS ENREDADOS E POR ELAS DOMINADOS, ESTÃO EM PIOR ESTADO DO QUE NO PRINCÍPIO. TERIA SIDO MELHOR QUE NÃO TIVESSEM CONHECIDO O CAMINHO DA JUSTIÇA, DO QUE, DEPOIS DE O TEREM CONHECIDO, VOLTAREM AS COSTAS PARA O SANTO MANDAMENTO QUE LHES FOI TRANSMITIDO..."

O video acima tem uma coreografia divertida, mas o assunto é sério! O diabo é mau! Melhor não se desviar do caminho, para a situação que já é difícil não se tornar sete vezes piores...

sábado, 4 de fevereiro de 2012

COMO DEUS VÊ E PENSA?

         "... O Senhor não vê como o homem; o homem vê a aparência, mas o Senhor vê o coração.

          Pois os Meus pensamentos não são os pensamentos de vocês, nem os seus caminhos são os Meus caminhos, declara o Senhor. Assim como os céus são mais altos do que a terra, também os Meus caminhos são mais altos do que os seus caminhos, e os Meus pensamentos mais altos do que os seus pensamentos.

          Porque Sou Eu que conheço os planos que tenho para vocês, diz o Senhor, planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro. Então vocês clamarão a Mim, virão orar a Mim e Eu os ouvirei. Vocês me procurarão e me acharão quando me procurarem de todo coração. Eu me deixarei ser encontrado por vocês, declara o Senhor, e os trarei de volta do cativeiro. Eu os reunirei de todas as nações e de todos os lugares para onde eu os dispersei, e os trarei de volta para o lugar de onde os deportei, diz o Senhor.

          Deus não é homem para que minta, nem filho de homem para que se arrependa.
          Acaso Ele fala e deixa de agir?
          Acaso promete e deixa de cumprir?"

(I Sm. 16:7; Is. 55:8-9; Jr. 29:11-14; Nm. 23:19)


segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

A VISÃO

Uma definição simples do que é VISÃO pode ser traduzida na seguinte frase: "É A IMAGEM CLARA DO QUE DEUS QUER QUE SEJAMOS OU FAÇAMOS".
Alguns exemplos bíblicos e atual:
* Pedro estando em Jope foi-lhe dado uma visão para evangelizar os gentios (povos não-judeus) e ser o apóstolo deles (Atos 10:9-16). Pedro teve a visão clara do que Deus queria dele e do que ele deveria fazer. A VISÃO É DADA QUANDO HÁ ORAÇÃO. Através da oração Deus revela Seus propósitos e planos. A VISÃO SÓ É DADA QUANDO HÁ FOME, Deus conhece o desejo do coração do homem, sua insatisfação, frustração pelo pouco realizado e, então, dá uma VISÃO do que quer que ele seja ou faça. Tudo na vida do ser humano começa com uma visão.
* Abraão recebeu uma VISÃO de sua numerosa descendência e de que seria pai de uma grande nação (Genesis 12:1-4).
Quando John Sung voltou para China depois de ter sido diplomado doutor na cidade de Ohio (EUA), seu ideal era ver os chineses tornando-se SEGUIDORES DE CRISTO. Ele sentia que dispunha de 15 anos para realizar aquela VISÃO. Durante aquele período ele trabalhou por 12 homens, ele dedicou-se ao cumprimento da visão... a Ásia e o Pacífico Sul são diferentes por causa de seu ministério.
Toda visão que se constrói e edifica vem de Deus, e é dada por Deus para Igreja, passando primeiramente pelo líder. Toda visão de valor vem de Deus (Tiago 1:17).
A VISÃO de um bairro evangelizado, uma cidade, um estado, uma nação e o mundo (I Tm. 2:3-4).
A realização de uma VISÃO se dá quando passamos a viver em função dela.

sábado, 21 de janeiro de 2012

EVANGELHO É TESTEMUNHO!

Evangelho são BOAS NOVAS! Por isso, como SEGUIDORES DE CRISTO, outros precisam conhecer essas BOAS NOTÍCIAS através de nós. Como? Simples! Pelo testemunho pessoal.

Testemunhar a respeito dos milagres de Jesus escritos nos quatro Evangelhos (Mateus, Marcos, Lucas e João), de Seus sermões com as multidões e com Seus discípulos em particular, e, principalmente, o testemunho pessoal de transformação de vida.

Não existem segredos ou fórmulas mágicas para evangelizar. Não há necessidade de estudos teológicos; ou saber ler e escrever com perfeição; ter um ótimo vocabulário, sabendo colocar bem as palavras; não são necessários cursos de homilética que é a arte de pregar: palavra derivada do grego “homilia” que quer dizer “o falar de Deus aos homens” – At. 20:11; ou ser um orador; ou nem mesmo ter de memorizar versículos bíblicos a princípio.

Os primeiros cristãos não tinham Bíblia (da que temos hoje, ou seja, impressa e fácil de carregar), mesmo assim, converteram milhares de pessoas a Jesus, usando o testemunho dos milagres de Jesus e suas conversões.

Infelizmente, os crentes hoje são conhecidos pela Bíblia que carregam na mão, ao invés, de serem conhecidos pelas suas obras justas e pelo testemunho, tendo Cristo como Maior Exemplo. Podendo isto se tornar em um ritual religioso, se não tiver Bíblia na mão, não há evangelismo.

A Palavra de Deus deve ser lida e guardada no coração, e no momento certo, o Espírito Santo fará lembrar daquilo que você leu e aprendeu. Nem sempre a Palavra estará na sua mão, e não por isso, quando surgir a oportunidade de falar de Jesus, deve ser falado com o que há na mente. Evangelizar não é carregar a Bíblia, e sim, testificar dela e, suas obras condizerem com o que ela ensina. Um propagador de BOAS NOTÍCIAS inicia sua abordagem no evangelismo usando seu testemunho pessoal!

Com o aprendizado bíblico gradual, o novo convertido adquirirá maior maturidade cristã. Devemos, sim, estudar profundamente a Palavra de Deus. Jesus derrotou o diabo no deserto usando a Palavra que estava gravada na sua mente. Se não agirmos assim, cairemos no erro (Mt. 22:29): “ERRAIS NÃO CONHECENDO AS ESCRITURAS, NEM O PODER DE DEUS”.

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Se não for pra Te adorar

"NINGUÉM PODE VER O REINO DE DEUS, SE NÃO NASCER DE NOVO" (Jo. 3:3b

É exatamente por isso que existimos!!! NASCEMOS PARA ADORÁ-LO!!!
Jesus disse que para entrar no Reino de Deus devemos ser como crianças, ou seja, puro... livre de toda malícia, de todo pecado premeditado e de toda iniquidade.
Não é fácil viver em santidade, é uma constante luta entre carne, espírito e demonios que influenciam ao erro.
Jesus ainda disse em resposta a Nicodemos: "O QUE NASCE DA CARNE É CARNE, MAS O QUE NASCE DO ESPÍRITO É ESPÍRITO" (v.6).
Quando o Espírito Santo tem livre acesso em minha vida, começo a fazer o que está em meu espírito, pois, o meu espírito, o meu "eu" verdadeiro que deve adorar ao Senhor, foi recriado por Ele e clama por Ele a todo momento. Mesmo que venha a vontade da carne posso resistir a esta vontade, porque o Espírito Santo me orienta e me dá forças para suportar e resistir.
O objetivo de todo cristão é o Reino de Deus, lá a adoração será constante!!!
O melhor que eu tenho a fazer em prol do meu espírito, é seguir as instruções colocadas em minha mente e coração pelo Espírito Santo.

domingo, 1 de janeiro de 2012

O CAMINHO DA TRANSFORMAÇÃO


O AMOR UNIFICADOR


Caminho significa: DIREÇÃO, RUMO. Jesus nos dá a direção certa, o cristão segue o rumo de Seu Mestre. Para nós, cristãos, caminho significa: MANEIRA DE AGIR.
A via por onde chegamos ao TRANSFORMADOR DE VIDAS, é o AMOR, e não é um amor comum ou passageiro, é o AMOR UNIFICADOR.
Apesar de muitos ainda estarem longe deste AMOR que unifica, onde não há o ‘ego’, e sim a “UNIDADE” – mesmos pensamentos e objetivos – não há motivos para desistir. Jesus muda esta situação! Ele é O Caminho!
Onde há união, há prosperidade, edificação, compreensão, sucesso espiritual e ministerial! Veja como exemplo as pessoas que se unem em mutirão, para construírem suas casas, e, com isso, resgatarem sua dignidade perante a sociedade. Podemos mostrar para o mundo que: “Deus enviou Seu Único Filho, e todos aqueles que acreditarem Nele serão salvos” (Jo. 03:16). Se nos unirmos neste Amor Sobrenatural de Deus, faremos muito...
Há um preço a ser pago, nada é fácil, em tudo existe um grau de dificuldade, porém, não é impossível, e pode ir exatamente contra nossa vontade, contudo, somos recompensados ao permitir a mudança de hábito e de atitudes erradas, buscando a perfeição em Jesus, Ele nos ensina a amar, mesmo estando com problemas.
Não importa se as dificuldades chegam a um ponto quase insuportável, pois, confiamos Naquele que pode todas as coisas.
A UNIDADE é a qualidade do que é UM. O número 1 não pode ser dividido. A UNIÃO é uma ALIANÇA, um casamento, uma concordância harmoniosa. Os cristãos se unificam, reúne-se em UM só Corpo, o CORPO DE CRISTO. Em Atos 4:32, diz que era UM o coração e a alma da multidão de discípulos, e tudo que possuíam lhes eram comum, porque dividiam uns com os outros.
Não é da noite para o dia a TRANSFORMAÇÃO DE VIDA, é gradativa. Deus irá através do Espírito Santo, tratar de todas as áreas de sua vida, e isso pode levar muitos dias e até anos. Não fique esperando o melhor momento, a hora é esta, é agora.