sexta-feira, 30 de maio de 2014

"VISÃO, ADORAÇÃO E TRANSFORMAÇÃO"


"Porque a Palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até a divisão da alma, e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração" (Hebreus 4:12).

          A Palavra de Deus ao entrar no coração humano causa impacto, uma tranformação, uma mudança de atitude começa ocorrer. Quando o texto diz "penetrante", significa que vai ao íntimo, e afeta tanto espiritualmente quanto fisicamente. É afiada dos dois lados e entra transmitindo vida, produzindo o efeito desejado. Todos os pensamentos e vontades são transformados.
                Este texto de hebreus dá base a uma história do apóstolo Paulo, em Atos 16 apartir do versículo 9:
"E Paulo teve, de noite, uma visão em que se apresentava um varão da Macedônia e lhe rogava, dizendo: Passa à Macedônia e ajudá-nos! E, logo depois desta visão, procuramos partir para a Macedônia, concluindo que o senhor nos chamava para lhes anunciar o evangelho".
                Paulo recebeu uma revelação do Senhor, uma visão lhe foi dada para o evangelismo na Macedônia. Ele obedeceu a visão e junto com alguns companheiros seguiu viagem. Além desta revelação, o apóstolo possuía a visão de Deus para executar a obra. No seu íntimo já sabia que o Senhor Jesus o havia escolhido a ganhar os povos não-judeus: "e dali, para Filipos, que é a primeira cidade desta parte da Macedônia, e é uma colônia; e estivemos alguns dias nesta cidade" (v.12).

               A porta de entrada foi Filipos. Uma importante cidade do Império Romano, considerada a entrada da Europa, com relação aos visitantes provenientes da Ásia. Anos mais tarde, Paulo escreveu a carta aos Filipenses quando já estava preso. Toda visão precisa de uma base, de um início para começar ser executada. Líderes precisam de "visão", sem isto sua liderança será medíocre. A visão impulsiona, no caso de Paulo, era a idéia de Deus em ganhar um povo. O seu início foi esta cidade estratégica! Quando é de Deus, Ele mesmo nos encaminha para o cumprimento e realização de Sua missão (Atos 26:19).
"No dia de sábado, saímos fora das portas, para a beira do rio, onde julgávamos haver um lugar para oração; e, assentando-nos, falamos às mulheres que ali se ajuntaram. E uma certa mulher, chamada Lídia, vendedora de púrpura, da cidade de Tiatira, e que servia a Deus, nos ouvia, e o Senhor lhe abriu o coração para que estivesse atenta ao que Paulo dizia. Depois que foi batizada, ela e a sua casa, nos rogou, dizendo: Se haveis julgado que eu seja fiel ao Senhor, entrai em minha casa e ficai ali. E nos constrangeu a isso" (vs. 13-15).
               Paulo e seus companheiros foram procurar um local para orar, e buscar a direção de Deus. Já que estavam num lugar desconhecido e não tinham aonde ficar, Deus os havia conduzido e lhes daria a direção. Saindo pra fora da cidade encontraram um rio, e haviam ali algumas mulheres e eles começaram a evangelizá-las. Uma delas, chamada Lídia, foi profundamente tocada pela Palavra que entrou como uma "espada" em seu coração. Foi impactada e ali mesmo se deixou ser batizada, e então insistiu para aqueles homens de Deus ficarem em sua residência, enquanto estavam na cidade.
               A obra de Deus é feita com fé no chamado. Parece que não existe nada à vista natural, mas Deus trabalha no sobrenatural. Em um dia o Senhor converteu Lídia, através da Palavra, ela era uma pessoa boa e que servia a Deus (religiosamente), mas se transformou em uma cristã. E aqueles homens de Deus encontraram um local para repor suas energias e realizarem o trabalho com disposição. Estar à disposição de Deus é confiar que Ele já tem tudo preparado e sob controle. Não devemos nos preocupar!
"E aconteceu que, indo nós à oração, nos saiu ao encontro uma jovem que tinha espírito de adivinhação, a qual, adivinhando, dava grande lucro aos seus senhores. Esta, seguindo a Paulo e a nós, clamava, dizendo: Estes homens, que nos anunciam o caminho da salvação, são servos do Deus Altíssimo. E isto fez ela por muitos dias. Mas Paulo, perturbado, voltou-se e disse ao espírito: Em Nome de Jesus Cristo, te mando que saias dela. E, na mesma hora, saiu" (vs. 16-18).
               No caminho do cumprimento da visão de Deus em nosso coração, surgirão lutas, dificuldades, mas, tem algo que só quem tem a intimidade com o Espírito Santo poderá perceber. Lembre que Hebreus (4:12) diz: "(a palavra) é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração". Foi o que aconteceu com Paulo e seus companheiros, discernindo que aquelas palavras, aparentemente pareciam ajudar, mas eram proferidas por demônios e atrapalhava a atuação do Espírito Santo na vida das pessoas. Não que espíritos maus consigam deter a Palavra de Deus, mas normalmente as pessoas fecham o coração, e com a intervenção maligna as pessoas blindam seu coração. A Palavra é uma espada, que rompe a carne! Mas, se no lugar da carne tiver uma pedra, uma chapa de aço colocada pelo ser humano, a Palavra não entra e aquela vida não encontra a transformação.
               Qualquer impedimento deve ser retirado! Nem o Senhor Jesus aceitou elogios mau intensionado (Lc. 18:18-19), Ele declarou: "Ninguém há bom, senão um, que é Deus". Muitas vezes as palavras vem envenenadas por um espírito maligno especialista no assunto. Jesus falava sobre Seu sofrimento, morte e ressurreição aos discípulos, e Pedro (usado) chamou Jesus a parte e disse: "Tem compaixão de Ti; de modo nenhum Te acontecerá isso". E qual foi a atitude de Jesus, sondando essas palavras de Pedro?: "Ele, porém, voltando-Se, disse a Pedro: Para trás de mim, satanás, que Me serves de escândalo; porque não compreendes as coisas que são de Deus, mas só as que são dos homens" (Mt.16:22-23). Se alguém disser que Deus está satisfeito com o que você já fez até aqui e que é o suficiente... pode repreender se surgir a vontade de parar. Deus tem muito mais planos, Ele é uma fonte inesgotável.
"E, vendo seus senhores que a esperança do seu lucro estava perdida, prenderam a Paulo e Silas e os levaram à praça à presença dos magistrados. E, apresentando-os aos magistrados disseram: Estes homens, sendo judeus, perturbaram a nossa cidade. E nos expõem costumes que nos não é lícito receber nem praticar, visto que somos romanos. E a multidão se levantou unida contra eles, e os magistrados, rasgando-lhes as vestes, mandaram açoitá-los com varas. E, havendo-lhes dado muitos açoites os lançaram na prisão, mandando ao carcereiro que os guardasse com segurança, o qual, tendo recebido tal ordem, os lançou no carcere interior e lhes segurou os pés no tronco" (vs. 19-24).
               O mundo é repleto de injustiças! Por isso Jesus disse: "Mas buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça..." (Mt. 6:33). Deus é Justo, mas o mundo é injusto, é caluniador, é mentiroso, é interesseiro, é odioso, é invejoso, é corrupto... dentre todos os que estavam com o apóstolo Paulo, apenas Silas fora arrastado junto com ele para ser publicamente humilhado, caluniado e sofrer fisicamente as injustiças. Na verdade, muitos não suportariam tamanha injustiça, principalmente, quando se trata da integridade física. Hoje, podemos não ter (exceto em alguns casos) este tipo de agressão física. Mas, sofremos com atitudes injustas de calúnias e mentiras. Podemos ser acusados por aquilo que não fizemos. Algumas vezes fui acusado de algo e tentei explicar, em vão, que não faria isso mesmo se não fosse cristão; por causa do meu caráter, vai contra meus princípios e minha criação. Mesmo assim fui acusado! Por que isto nos acontece?
               Jesus disse: "Tenho-vos dito isto, para que em Mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, Eu venci o mundo" (Jo.16:33). O apóstolo Paulo entendeu o que é esta paz, em sua carta aos próprios Filipenses disse: "E a paz de Deus, que excede (aprimora, aperfeiçoa) todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus" (4:7). Esta paz é fundamental em meio às afrontas, calúnias, injustiças, mentiras, traições... sem esta paz que aperfeiçoa, que torna perfeito nossos pensamentos com relação a Deus e a Sua Palavra, não conseguiríamos resistir. É isto que o mundo não entende, e se perguntam: Como eles (cristãos) conseguem? O que temos em nosso interior, e nos move espiritualmente e fisicamente, é a "espada", a Palavra de Deus e a visão que Ele nos deu.
               Paulo e Silas foram tratados como bandidos; mandaram prendê-los no mais interior do cárcere e ainda tendo os pés presos ao tronco. Jesus disse: "Tende bom ânimo" e por muito menos vem o desanimo. Situações insignificantes se comparado ao que Paulo e Silas passou. Mas somos orientados a não desanimar: "Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados. Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos;..." (II Co.4:8-9).
"Perto da meia-noite, Paulo e Silas oravam e cantavam hinos a Deus, e os outros presos os escutavam" (v.25).
               Impressionante... estes homens, estavam machucados, com vergões em seus corpor devido às varadas, machucados intimamente, por causa das calúnias, humilhações e injustiças, mas, oravam e cantavam. Qualquer outra pessoa estaria chorando, lamentando, até mesmo murmurando, com muita raiva, ou, colocando a culpa em Deus que não os protegeu. Paulo e Silas adorava a Deus de forma sobrenatural, e os outros presos ouviam. A atenção daqueles homens bandidos, condenados, se voltava aquela tremenda adoração.
"E, de repente, sobreveio um tão grande terremoto, que os alicerces do cárcere se moveram, e logo se abriram todas as portas, e foram soltas as prisões de todos. Acordando o carcereiro e vendo abertas as portas da prisão, tirou a espada e quis matar-se, cuidando que os presos já tinham fugido. Mas Paulo clamou com grande voz, dizendo: Não te faças nenhum mal, que todos estamos aqui. E, pedindo luz, saltou dentro e, todo trêmulo, se prostrou ante Paulo e Silas" (vs. 26-29).
               Aquela adoração sobrenatural moveu as mãos de Deus naquele lugar! Todos os presos já estavam impactados, a obra estava feita, quando se conhece a verdade, ela liberta (Jo.8:32). Este terremoto abriu as cadeias da prisão. Mas... qual foi o maior milagre? O cantico e a oração sobrenatural de homens injustiçados e machucados? Ou, o terremoto que abriu as portas e derrubou as cadeias? Ou, homens presos, condenados, não terem fugido? Tudo faz parte da obra... um milagre puxou o outro! Foi uma sequencia porque os corações foram quebrantados. Importante dizer, os presos não fugiram, permaneceram no local porque foram impactados e transformados. Ficaram ali para serem presos novamente. Não é porque Deus derrubou as cadeias que iriam cometer o crime da fuga, já que eram condenados. O que Deus fez foi para mostrar-lhes o Seu poder e a Sua grandeza. Muitos se dizem aproveitar de uma benção, usando como desculpa para fazer algo errado. Cuidado! 
               Muitas vezes satanás tem colocado um cantico de morte, reclamação e ódio na boca daqueles que dizem servir a Deus. Mesmo quando for afrontado, permita que saia do seu coração uma adoração sobrenatural, que poderá abalar as estruturas sólidas. Deus não tem limites! Se vimos que a Palavra de Deus é uma espada que entra no coração de carne; a adoração (oração e louvor) atravessa pedras, concreto, prisões, cadeias, aço... nada impede adoração sobrenatural. É o Espírito Santo que nos conduz nesta adoração. E, abala, impacta, os corações mais endurecidos. Um homem duro (o carcereiro), ficou trêmulo e se prostrou... "Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o Poder de Deus" (Mt.22:29). Podemos conhecer as Escrituras, a Palavra de Deus, mas erramos se não conhecemos o Poder de Deus, através da oração e do louvor, que é a adoração. Mas é necessário uma entrega absoluta, Deus deverá estar acima de tudo. Davi escreveu uma palavra linda, e com muita propriedade, sendo ele um adorador: "Porque a Tua benignidade é melhor do que a vida, os meus lábios Te louvarão" (Sl.63:3). Outras traduções dizem: "Teu amor é melhor que a vida", ou, "Tua graça é melhor que a vida". O que vem de Deus, o que é de Deus, é melhor que tudo! E nós O Louvamos por isso.
E, tirando-os para fora disse: Senhores, que é necessário que eu faça para me salvar? E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa. E lhe pregaram a Palavra do Senhor e a todos os que estavam em sua casa. E, tornando-os ele consigo naquela mesma hora da noite, lavou-lhes os vergões, e logo foi batizado, ele e todos os seus. Então, levando-os a sua casa, lhes pôs a mesa, e, na sua crença em Deus, alegrou-se com toda a sua casa" (vs. 30-34).
               E mais uma familia transformada, desta vez por contemplarem o sobrenatural de Deus, através da adoração. As barreiras caíram por terra, e a Palavra, a ESPADA, entrou no quebrantado coração do carcereiro. Além disso, levou a salvação para sua família. Todos receberam a Palavra de Deus! Com esta história, tenho certeza que Deus, ainda hoje, quer transformar vidas. A Sua Palavra tem vida, o nosso louvor e oração com a ação do Espírito Santo, move as mãos de Deus, soprando ventos (Atos 2), abalando estruturas com terremoto e realizando o sobrenatural.







2 comentários:

  1. Ola irmão a paz do Senhor Jesus! Perdão a demora mas somente agora vi o seu recado na Ube a respeito do player de nossa radio que não esta mais em funcionamento, foi preciso trocar o ip da radio parou o player mas já atualizamos e ele esta em perfeito funcionamento agora.
    Continuamos interessados na parceria com o irmão nos tempo uma pagina em nosso blog com o player da radio para que o irmão possa escolher e adicionar em seu blog .
    Gostaria que o irmão irmão também elaborassem um micro banner com o link do seu blog para publicamos em nossa pagina para que receba muitas visitas através do nosso blog ok

    www.resgatenet.com - http://webradioresgatenet.blogspot.com.br/2013/05/seja-nosso-parceiro.html

    ResponderExcluir
  2. Paz do Senhor. Boa é a palavra do irmão, Deus abençoe poderosamente por esse espaço.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário... Deus te abençoe! Compartilhe este blog e dê sugestões de publicações. Abraço!

Marcelo Donisete